Guia do Câncer

Glioblastoma: conheça os sintomas e tratamentos desse tumor

Por Redação Doutíssima 18/08/2015

Glioblastoma é um tipo de tumor que atinge o sistema nervoso central. Estima-se que, junto com o astrocitoma anaplásico, represente um terço dos casos de câncer no cérebro entre adultos. Por isso, conhecer mais sobre ele é importante para preservar o seu bem-estar.

Os sintomas e sinais de uma variedade de tumores no sistema nervoso central, que envolve cérebro e medula espinhal, variam conforme o formato, o tamanho, a velocidade de crescimento da lesão e a idade do paciente.

glioblastoma

Tumor que atinge o sistema nervoso central é considerado altamente maligno. Foto: iStock, Getty Images

 

Entenda melhor o glioblastoma

Altamente maligno, o glioblastoma é um tipo de câncer que surge dos astrócitos, um tipo de célula com formato de estrela que compõe a glia, um tecido que envolve o cérebro como uma espécie de cola. Segundo a Associação Americana de Tumor Cerebral, esse tumor é muito perigoso porque cresce muito rápido.

 

Seu alto potencial maligno acontece porque as células cancerígenas se reproduzem rapidamente, já que o tecido em que se encontram é irrigado com muitos vasos sanguíneos. A entidade também comenta que esse tumor tem facilidade de invadir e sobreviver entre tecidos saudáveis do cérebro, mas que raramente se espalha por outras regiões do corpo.

O tipo mais comum de glioblastoma é o primário. Assim que surge, ele cresce rapidamente e se faz notar pela agressividade com que atinge a saúde.

Já o secundário é menos agressivo e cresce mais devagar, porém é ainda altamente perigoso. Segundo a associação, esse tipo de tumor é mais comum em pessoas com menos de 45 anos e representa um total de 10% dos casos da doença.

Também conhecido como glioma de grau 4, Eric C. Holland descreve em um artigo que muitos dos pacientes com a doença morrem em menos de um ano do surgimento do tumor.

A publicação em questão menciona que o pouco tempo de vida dos pacientes dificulta a busca por tratamentos e cura do câncer. Nesse artigo específico, é mencionado um teste com uso de um vírus híbrido capaz de infectar e matar as células malignas sem afetar as áreas saudáveis do cérebro.

Sintomas e tratamentos do glioblastoma

Por fazer pressão no cérebro, o glioblastoma causa sintomas que variam de acordo com o local em que ele está instalado. Alguns sinais podem ser:

– Dor de cabeça persistente

– Convulsões

– Vômitos

– Dificuldade para pensar

– Manchas ou visão duplicada

– Dificuldade em falar

Assim que detectado o câncer, o primeiro passo do tratamento é remover a maior parte possível do tumor através de cirurgia. Em áreas complicadas do cérebro, pode ser difícil retirar todo o material maligno.

Radioterapia e quimioterapia são utilizados na tentativa de matar as células cancerígenas e impedir o crescimento de novas. O glioblastoma não pode ser curado, mas o tumor pode entrar em remissão, quando não há mais sintomas.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros