Saúde

Sintomas da dengue: fique atento e saiba como reconhecê-los

Por Redação Doutíssima 17/11/2014

Enquanto não se descobre a cura e  a ciência busca uma vacina para combatê-la, é muito importante conhecer os sintomas da dengue,  doença grave e que se manifesta de forma muito parecida com a gripe e outras viroses menos violentas. A dengue geralmente se manifesta através de fortes dores no corpo, febre alta, falta de apetite e total prostração. Portanto, uma das principais recomendações médicas é  manter-se alerta e procurar um posto de saúde para que seja feito um exame de sangue, a fim de confirmar ou não a enfermidade.

 

sintomas da dengue

Dengue é uma doença grave transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti. Foto: Shutterstock

 

De acordo com o Ministério da Saúde, 79% dos casos de dengue no Brasil acontecem nas regiões centro-sul e sudeste do país. A dengue afeta principalmente países tropicais, e, durante as estações de chuva, a incidência da doença aumenta fortemente, já que a transmissão da dengue é feita através do mosquito Aedes Aegypti, que se reproduz em água limpa e parada. O mosquito é contaminado pelo vírus e o ser humano contrai a doença através da picada do inseto.

 

 Transmissão e sintomas da dengue

 

Ainda em relação à transmissão da doença, pode-se dizer que a dengue não é completamente contagiosa, mas foram registrados alguns casos de contaminação por meio de transfusões sanguíneas e transmissão vertical. Esta última  acontece durante a gravidez (a mãe transmite a doença ao filho). Com base em informações do  Ministério da Saúde, a dengue é considerada uma epidemia. Tendo em vista a sua gravidade,  o conhecimento dos sintomas da dengue faz-se  necessário.

 

sintomas da dengue

Prostração e muita dor no corpo estão entre os sintomas da dengue. Foto: Shuterstock

 

 

De acordo com o Sistema Único de Saúde, SUS, o período de incubação do da doença está entre 4 e 10 dias. Após este período os sintomas  da dengue começam a surgir. A doença costuma se manifestar da seguinte forma:

 

  1. febre alta ( entre 38 e 40 graus);
  2. dores no corpo;
  3. dor de cabeça;
  4. dores na articulação;
  5. prostração;
  6. dor atrás dos olhos;
  7. erupção cutânea;
  8. prurido cutâneo;
  9. emagrecimento;
  10. náuseas;
  11. número de plaquetas baixo.

 

Os sintomas da dengue normalmente desaparecem entre o terceiro e sétimo dia, mas caso o paciente permaneça com os sintomas, é necessário que a ajuda médica seja procurada, já que a doença pode estar evoluindo para casos mais complicados, como por exemplo, a dengue hemorrágica, caso mais grave que merece atenção e cuidados médicos.

 

sintomas da dengue

A febre é um dos principais sintomas da dengue. Foto: Shutterstock

 

 É comum confundir sintomas da dengue com outras doenças

 

Dentre os sintomas da dengue hemorrágica, pode-se citar  sangramentos que  surgem após o terceiro dia de desenvolvimento dos sintomas (quando a febre começa a ceder). Essas hemorragias podem ser nasais, vaginais e em casos mais raros, os sangramentos podem acontecer no intestino e nas vias urinárias. Outra complicação que pode piorar o estado de saúde do paciente é a Síndrome do Choque da Dengue, que  inicia-se como a forma clássica da doença, porém, depois de três a quatro dias, o paciente evolui com:

 

  1. queda da pressão;
  2. sudorese intensa;
  3. distúrbio de atenção devido ao baixo fluxo sanguíneo.

 

Essa forma é bastante rara, especialmente na dengue primária (a primeira vez em que se tem dengue). Como as plaquetas ( que auxiliam na coagulação do sangue)  só começam a  baixar após o quinto dia de contaminação, é comum o paciente chegar a um hospital, fazer os exames e as plaquetas ainda estarem normalizadas. 

 

 

sintomas da dengue

Água parada e acumulada em plantas precisam ser evitadas para não proliferar o mosquito da dengue. Foto: Shutterstock

 

 

Em função desta falta de precisão, a pessoas que estiver apresentando os sintomas da dengue precisa lidar com o fato de que deve tratar sua enfermidade acreditando estar com dengue. Uma das primeiras medidas a se tomar é evitar o uso de qualquer medicação, com exceção  do paracetamol, especialmente deve-se evitar medicamentos à base de dipirona. Repouso absoluto e ingestão de líquidos, incluindo bebidas isotônicas, podem aliviar o desconforto, além de evitarem a desidratação.

 

Diagnóstico da dengue

 

O diagnóstico da doença é baseado no histórico de saúde do paciente e  de acordo com uma série de exames demandados durante a consulta médica . Dentre eles o hemograma ( exame de sangue), isolamento viral e PCR ( reação em cadeia de polimerase), que deve ser feito nos primeiros cinco dias após o início dos sintomas. Estes dois últimos são exames específicos,  capazes de definir qual vírus está causando a doença.

 

 

sintomas da dengue

Exames de sangue específicos auxiliam a confirmar se os sintomas da dengue confirmam a doença. Foto: Shutterstock

 

A prova do laço também é usado como exame para o diagnóstico da dengue hemorrágica. Caso o  exame laboratorial tenha positivo como resultado, várias petéquias (manchas vermelhas não salientes que surgem na pele), aparecerão.  É necessário ressaltar que o médico é o único capaz de diagnosticar qualquer tipo de doença, inclusive a dengue. Então ao suspeitar de sintomas da dengue, um médico deve ser imediatamente consultado.

 

Um outro ponto importante a ser discutido é a prevenção da doença. Evitar acúmulo de água, usar repelentes com frequência e manter os vasos de planta sem água ( de preferência com areia)  auxiliam a evitar a doença. Fique sempre atento aos sintomas e aos métodos de profilaxia.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros