[the_ad_group id="16401"]
Psicologia

Você sabe o que é síndrome de Fregoli?

Por Redação Doutíssima 28/12/2014

A pessoa que possui a síndrome de Fregoli tem sérios transtornos psicológicos. Isso acontece porque essa doença faz com que o indivíduo acredite que os outros que o cercam têm a capacidade de se disfarçarem, fingindo ser outra pessoa, mudando sua aparência, trocando suas roupas e maneiras, agindo diferente do habitual.

 

Quem sofre desta doença pensa que os outros têm capacidade de trocar de pele, fingindo ser quem não é. É como se eles vissem um membro da família e acreditassem que ele fosse um maníaco, perseguindo-os para assassiná-lo ou algo do gênero.

 

síndrome de fregoli

Paciente com esta doença acredita que as pessoas se disfarçam par prejudicá-lo. Foto: iStock, Getty Images

Origem do nome da síndrome de Fregoli

Leopoldo Fregoli foi um ator muito conhecido por suas imitações e transformações. Entre os anos de 1867 e 1936, ele ficou famoso na Itália por ter uma grande capacidade e versatilidade em encenar muitos personagens diferentes em uma única peça de teatro, transformando-se num camaleão dos palcos.

 

O nome do distúrbio surge então em sua homenagem, passando a caracterizar a doença que vê muitos indivíduos diferentes em um só. A síndrome de Fregoli foi assim nomeada pelo estudioso Courbon, em 1927.

 

Causas da doença

Aparentemente, não há uma causa específica para desencadear a síndrome de Fregoli. Pessoas que nunca apresentaram transtornos psiquiátricos, perfeitamente saudáveis e ativas, sem históricos de problemas neurológicos, podem vir a apresentar um quadro da doença.

 

Ela pode surgir a partir de traumas, episódios depressivos, eventos que provocaram choques ou outras situações de abalo na vida. Em geral, a síndrome surge junto com outros problemas envolvendo a psique do paciente, podendo ser neurológicos ou físicos, como a esquizofrenia, lesões no sistema nervoso central ou questões mentais degenerativas.

 

O portador da síndrome reconhece as pessoas a sua volta, mas acredita que elas estão se disfarçando, tentando enganá-lo. Ele vê o amigo/conhecido/parente, mas pensa que ele está apenas fisicamente com a aparência normal, quando na verdade é alguém querendo prejudica-lo.

 

Sintomas da síndrome de Fregoli

Para detectar a síndrome de Fregoli, é preciso prestar atenção a um sintoma principal: a crença da pessoa na mudança de aparência dos outros. A doença pode ser seguida de outros sinais, como alucinações e delírios, incapacidade para controlar impulsos e o próprio comportamento, redução da memória visual, epilepsia e convulsões.

 

No caso de alguém apresentar qualquer um desses aspectos, é necessário que seja levado a um psicólogo ou diretamente ao psiquiatra, pois a intervenção é extremamente necessária para preservar a saúde tanto do paciente quanto dos familiares e demais pessoas de sua convivência.

 

O diagnóstico é feito após uma análise do histórico do paciente, observação atenta de seu comportamento e conversas com familiares, amigos e colegas.

 

Tratamento da doença é feito com antipsicóticos

O tratamento da síndrome de Fregoli é feito basicamente com acompanhamento psiquiátrico e administração de medicamentos. Entre os remédios, estão os antipsicóticos orais (a exemplo da Tioridazina e o Tiaprida), os antidepressivos (tais como a Fluoxetina e o Venlafaxina) e os anticonvulsivantes.

 

Eles podem ser utilizados separadamente ou combinados, dependendo do caso e de cada paciente. Outros remédios que podem ser receitados são os antiepilépticos, como a Gabapentina e a Carbamazepina.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]