[the_ad_group id="16401"]
Saúde Mental

Você sabe o que é a anorexia nervosa? Veja como tratar

Por Redação Doutíssima 05/01/2015

A anorexia nervosa é um distúrbio alimentar que se caracteriza pela perda excessiva do peso corporal, e por problemas psicológicos. Na maioria dos casos, a doença atinge mulheres adolescentes e adultas, mas também há incidência em homens, se tornando mais rara em pessoas acima dos 40 anos.

Anorexia nervosa é medo obsessivo de engordar

Uma das principais características deste distúrbio é o medo obsessivo de engordar, mesmo a pessoa estando abaixo do peso ideal. Por conta disso, os anoréxicos abusam de exercícios físicos, comem menos vezes ao dia e em menor quantidade, além de consumir remédios diuréticos ou para diminuir o apetite.

 

anorexia nervosa

Anorexia é distúrbio alimentar de causas psicológicas. Foto: iStock, Getty Images

 

Causas e sintomas da anorexia nervosa

As causas da anorexia nervosa são um conjunto de fatores genéticos, psicológicos e sociais. A doença pode ocorrer em pessoas que já tenham familiares com histórico; por pressão social; ou na busca pelo padrão de magreza estabelecido pela mídia.

Entre os principais sintomas estão:

  • Medo intenso de engordar
  • Prática excessiva de exercícios físicos
  • Irritabilidade, ansiedade e depressão
  • Isolamento social
  • Preferência por fazer as refeições sozinho (a)
  • Perda notável de peso em pouco tempo
  • Idas contínuas ao banheiro imediatamente após as refeições
  • Interrupção do ciclo menstrual.

Consequências da anorexia nervosa

Além de consequências estéticas, a anorexia nervosa pode levar a pessoa ao estado de desnutrição e, em casos clínicos mais graves, até a morte. O índice de mortalidade pela doença chega a 20%, estando ligado a complicações médicas, e a suicídios por resultado da depressão.

Os frutos do transtorno também podem ser notadas na pele. Manchas amarelas, pelos finos no rosto, boca seca são comuns. Problemas como a fragilidade óssea, sensibilidade gástrica, intolerância ao frio, anemia, e baixa imunidade fazem parte do quadro clínico.

Diagnóstico e tratamento

Para diagnosticar a anorexia nervosa é necessário que sejam descartadas as possibilidades de outras doenças com sintomas similares, como infecções intestinais. Para isso, exames físicos e psicológicos e a checagem do peso e altura devem ser realizados.

Confirmada a doença, o tratamento será feito com o parecer de um médico especialista em distúrbios alimentares, um nutricionista e um psicólogo. O principal objetivo é recuperar a massa muscular e a satisfação do paciente com o seu corpo.

A hospitalização é necessária em quadros de desnutrição mais graves, para que calorias sejam ingeridas pela pessoa de forma gradativa. É importante que, após descobrir a doença, o anoréxico não consuma alimentos em quantidade exagerada, pois isso pode causar problemas cardíacos.

Não há medicação específica para a anorexia nervosa, contudo antidepressivos, indicados por um especialista podem ajudar a diminuir a ansiedade do paciente. Lembrando, que é imprescindível a participação de familiares e amigos durante o tratamento.

A recuperação é lenta. Recaídas são frequentes, por conta disso o acompanhamento médico, nutricional e psicológico é necessário mesmo após a conclusão do tratamento.

Procure auxílio médico

Caso você perceba que alguém próximo esteja apresentando esses sintomas, não hesite em procurar um médico. A anorexia nervosa causa distúrbios psicológicos, por isso os portadores negam a sua existência.

O tratamento adequado é essencial para a recuperação completa, além disso, não consuma ou indique remédios sem consultar um especialista.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]