[the_ad_group id="16401"]
Saúde Mental

Depressão profunda: saiba como enfrentar essa doença

Por Redação Doutíssima 19/01/2015

A depressão profunda é uma doença psicológica que afeta tanto a mente quanto o corpo. Se não for tratada, uma pessoa que sofre com a condição pode perder a vontade de viver de tal maneira que começa a considerar o suicídio uma alternativa para dar fim ao seu sofrimento.

 

As causas da depressão profunda

 

A depressão possui diversas explicações para a sua manifestação, mas ainda existem algumas dúvidas sobre sua origem. O que sabemos é que é referida como uma doença multifactorial, ou seja, com várias causas envolvidas no seu aparecimento.

 

depressão profunda

No Brasil, a depressão atinge uma em cada dez pessoas. Foto: iStock, Getty Images

 

Especialistas apontam uma tendência genética para o surgimento do quadro depressivo. Entretanto, uma pessoa com um histórico familiar de depressão pode não desenvolver a doença e outra, que não tenha parentes depressivos, pode sofrer de depressão.

 

Muitas vezes essa enfermidade possui um “gatilho” para atingir a vítima: acontecimentos traumáticos na infância, estresse físico e psicológico, algumas doenças sistêmicas (como hipotireoidismo), consumo de drogas lícitas (como álcool) e ilícitas (como cocaína) e certos tipos de medicamentos (como anfetaminas).

 

Geralmente, as mulheres são mais vulneráveis aos estados depressivos. Isso ocorre em virtude da oscilação hormonal a que estão expostas principalmente no período fértil.

 

Depressão profunda: o que muda no cérebro

 

As principais alterações no cérebro de uma pessoa com depressão profunda é a diminuição de neurotransmissores (especialmente noradrenalia, serotonina e dopamina). Essas moléculas são fundamentais para estabelecer a comunicação entre as principais células nervosas (os neurônios).

 

A depressão profunda é tratada com medicamentos antidepressivos, que são prescritos por um psiquiatra.

 

Existem algumas pesquisas que revelaram a eficácia do uso de pequenos choques no cérebro para tratar a depressão profunda. Em indivíduos com a doença, a região do cérebro que é a responsável pelo sentimento de ansiedade e tristeza encontra-se super ativa. Com uso desses estímulos elétricos, essa região tende a normalizar a atividade cerebral.

 

Principais sintomas da depressão profunda

 

A depressão profunda afeta a vida pessoal e profissional de uma pessoa, podendo levá-la ao suicídio. Por isso, fique atento aos principais sintomas da depressão. Você, seu parente, amigo ou colega de trabalho pode estar com esse mal sem perceber.

 

Mudança de humor

 

O principal sintoma da depressão é o humor deprimido. A pessoa pode passar por sentimentos como tristeza, indiferença e desânimo. Nessa condição, a pessoa se sente incapaz de realizar diversas atividades e, por consequência, diminui sua autoestima.

 

Sono

 

É comum que pessoas que sofram com a depressão profunda passem a dormir mais ou menos tempo do que o de costume. Podem apresentar sonolência excessiva durante a noite ou o dia.

 

Apetite

 

A depressão causa a perda ou aumento do apetite. A mudança do apetite que persiste por duas semanas seguidas, combinada a outros sintomas, aumenta as chances da pessoa ser diagnosticada com depressão.

 

Falta de concentração

 

É comum a depressão interferir na capacidade de concentração, raciocínio e tomada de decisões. Esse sintoma diminui o rendimento em atividades como trabalho e estudos.

 

Pensamentos suicidas

 

Em casos mais graves, as pessoas que sofrem desse mal podem ter pensamentos constantes sobre morte, que podem passar por uma ideação suicida ou até tentativas concretas de suicídio. A intensidade e frequência desses pensamentos pode variar de acordo com cada caso.

 

Após conferir essa lista de sintomas da depressão, caso você ou alguém próximo apresente esses sinais, a recomendação é procurar o auxílio  de um  médico. Nessa hora vale o velho ditado: é melhor prevenir do que remediar.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]