Dica do Nutricionista

Com poucas calorias, graviola auxilia na perda de peso

Por Redação Doutíssima 17/08/2015

Frutas em geral são ótimas para a saúde e com a graviola não é diferente. De sabor característico, ela é cheia de vitaminas, minerais e contribui para a redução de peso. Por conter uma boa quantidade de propriedades nutricionais, não apenas a fruta, mas as folhas, flores e brotos também podem ser utilizados.

Graviola e saúde

Um estudo apresentado em uma mostra acadêmica da Universidade Metodista de Piracicaba compilou informações de pesquisas que relacionam a graviola com o combate ao câncer, doenças cardiovasculares, doença de Parkinson e processos degenerativos do cérebro.

graviola

Consumo de fruta com sabor levemente azedo melhora o funcionamento do intestino. Foto: iStock, Getty Images

A fruta em questão é rica em antioxidantes, substâncias que combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento dos tecidos do corpo.

Os radicais livres são produzidos naturalmente pelo organismo, mas a alimentação com produtos industrializados que contêm corantes e conservantes, a exposição à poluição e outros fatores potencializam a ação nociva deles. Algumas doenças estão relacionadas a esses compostos prejudiciais e combatê-los também impede o envelhecimento precoce.

Há, ainda, evidências de que alguns compostos químicos da planta são capazes de impedir as células cancerígenas de resistirem às medicações. Assim, a fruta também auxilia no tratamento, e não apenas na prevenção contra tumores.

No entanto, conforme publicado na Revista Rede Câncer, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), por mais que já tenha sido comprovado que a folha dessa fruta tenha atividade antitumoral, sua aplicação clínica ainda está distante.

 

Gabriela Guimarães, nutricionista clínica especializada em estética e emagrecimento, menciona que essa fruta possui várias propriedades terapêuticas. “Podemos destacar seu poder adstringente, vitaminizante, anti-inflamatório, antirreumático, antiespasmódico e anticancerígeno”, diz.

A especialista adiciona outro importante papel da graviola: ela fornece vitaminas do complexo B, importantes para o metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras. Quanto ao controle do peso, as fibras contidas no alimento promovem uma melhora do funcionamento intestinal.

A fruta de sabor único, levemente azedo, é riquíssima em nutrientes. Gabriela lista o que é ingerido a cada 100 gramas desse alimento:

– 60 calorias

– 25 mg de cálcio

– 28 mg de fósforo

– 26 mg de vitamina C

A nutricionista aponta que essa quantidade de vitamina C representa um terço da recomendação diária.

Como aproveitar os benefícios da graviola

Engana-se quem pensa que a única maneira de aproveitar todos os benefícios da graviola é comendo a fruta. Gabriela informa que além de in natura, ela pode ser consumida como chá, preparada como cataplasma, que é aplicado diretamente sobre feridas na pele, e também em cápsulas.

O suco da fruta também contém os benefícios e pode ser encontrado nas prateleiras dos supermercados.

Por último, a nutricionista não recomenda o consumo de nenhuma forma da graviola em quem tem caxumba. Pessoas com aftas ou ferimentos na boca devem evitar a versão in natura, pois a acidez pode causar irritação e dor.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros