Vitaminas

Umbu: conheça os benefícios da fruta tradicional do sertão

Por Redação Doutíssima 19/11/2015

Ao visitar a região nordeste do Brasil, você não se depara somente com belas paisagens e com o sotaque carregado dos nativos. Quem visita as capitais, principalmente, tem a oportunidade de experimentar o umbu, fruta típica nordestina, a qual é usada no preparo de doces.

Conheça as vantagens em consumir o fruto e aprenda a preparar uma geleia natural.

umbu istock getty images doutíssima

Fruta típica do Nordeste é fonte de cálcio, fósfoco, ferro e vitaminas A, C e B1. Foto: iStock, Getty Images

Características e benefícios do umbu

O umbuzeiro pode ser encontrado nas regiões do agreste, no Piauí, cariris, na Paraíba, caatinga, em Pernambuco e na Bahia, e no norte e nordeste de Minas Gerais. Uma das principais características da árvore são suas raízes em forma de batata, resistentes à seca, pois acumulam até um litro e meio de água.

Segundo dados da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia e do Instituto Sociedade, População e Natureza (ISPN), da frutificação até a maturação completa passam-se em média 125 dias.

Além disso, o período de floração e frutificação da planta varia entre regiões. Por exemplo, nos meses de fevereiro e março, quando a safra está no fim em Juazeiro, Uauá, Jaguarari, Curaçá e no Estado da Bahia, a frutificação está no início em algumas partes da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

O formato do umbu é variável, possui casca verrugosa e de cor amarelo-esverdeada quando madura. Sua polpa é branca ou esverdeada, mole, cheia de suco e com um sabor azedo e agridoce. Em cada fruta você consome cálcio, fósforo, ferro, e vitamina A, C e B1. O alimento é fonte ainda de carboidratos, proteínas e niacina.

De acordo com a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia e o Instituto Sociedade, População e Natureza, um dos grandes perigos de extinção que o umbuzeiro corre está no desmatamento da caatinga. Para salvar o fruto sagrado do Sertão, assim descrito pelo escritor Euclides da Cunha, existe o projeto Arca do Gosto, que busca resgatar espécies alimentares em risco.

A iniciativa elegeu a fruta como uma de suas prioridades, devido ao trabalho da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá, formada por cerca de 450 famílias de agricultores.

Receita de geleia de umbu

Principal fonte de renda de muitos nordestinos, o umbu pode ser consumido ao natural, em sorvetes, bolos, crepes, geleias, mousses e até mesmo em vinagre. Confira a seguir como preparar um acompanhamento para o café da manhã e da tarde.

Ingredientes:

– 500 g de polpa de umbu

– 250 g de açúcar cristal

– ½ litro de água

– Suco de 1 limão

Modo de preparo:

Cozinhe os frutos para obter a polpa. Em seguida, coe para separar a polpa do caroço. A água que soltar do cozimento do umbu pode ser usada para fazer a geleia.

 

Misture o ½ litro de água a 250 gramas de açúcar, levando ao fogo. Assim que começar a ferver, adicione o suco de limão. A geleia estará no ponto quando formar uma espécie de fio de mel.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros