Motivação

Envelheça bem: centenários são mais felizes

Por Redação Doutíssima 07/05/2013

Idosos-também-devem-cuidar-da-saúde-bucal

Centenários têm maior probabilidade de se contentar com suas vidas do que os Baby Boomers (geração nascida na segunda metade da década de 1940, quando aconteceu um grande aumento populacional nos Estados Unidos), que estão envelhecendo. Um novo estudo constata que os americanos mais velhos tendem a colocar mais ações em hábitos alimentares saudáveis ​​e exercícios como chaves para a felicidade.

Metade dos americanos com idades maiores do que 100 anos não mudaria nada sobre a maneira como eles viveram suas vidas, enquanto apenas 29% dos Baby Boomers (que tem agora idades entre 60 a 65 anos) deixaria seu passado intocado e 26% gostaria de ter ganho mais dinheiro. A porcentagem de Baby boomers que gostariam de ter se arriscado mais foi mais do que o dobro dos centenários, 12% contra 5%.

casal_idosos_bolinhas_sabao

O americano médio vive hoje cerca de 80 anos, de acordo com os Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças. Quando perguntados o que poderiam ter feito para que seus 20 e poucos anos fossem melhores, 33% dos centenários respondeu que “nada”, enquanto 33% queria mais tempo com seu cônjuge ou entes queridos, e 13% desejou para uma saúde melhor e apenas 6% gostaria de ter mais dinheiro, de acordo com o oitavo levantamento anual [email protected], da UnitedHealthcare.

Quase todos os centenários (98%) disse que manter sua mente ativa é o segredo para o envelhecimento saudável, e 100% dos Baby Boomers concordou. Continuar se movimentando e se exercitando também é importante, de acordo com 96% dos centenários e 98% dos Baby Boomers. Ambos os grupos etários também concordam que a saúde física é mais difícil de manter com a idade em comparação com a saúde mental, saúde emocional/espiritual, conexões sociais e independência.

Muitos centenários tentam se manter ativos. Mais da metade disse andar ou caminhar semanalmente, mais de um terço afirmou praticar exercícios de treinamento de força pelo menos uma vez por semana, e quase 20% fazem um treino cardiovascular dentro de casa uma ou mais vezes por semana.

idoso-feliz-computador

Centenários e os baby boomers se diferenciam em outros hábitos saudáveis. Centenários têm maior probabilidade do que os boomers de comer refeições nutricionalmente equilibradas regularmente (86% contra 77%), para obter mais de oito horas de sono por noite (66% contra 54%), e para participar de um evento social todos os dias (37% contra 28%).

Apenas 31% dos centenários afirmou que a vida sexual de uma pessoa é importante para um envelhecimento saudável, em comparação com 80% dos boomers. Centenários também eram menos propensos do que os boomers a acreditar que o sexo é muito importante para continuar a olhar para a frente a cada dia (72% contra 88%) e para manter um senso de propósito (57% contra 79%).

Enquanto 29% dos centenários disseram que sempre esperaram viver até aos 100, apenas 21% dos boomers disseram que esperam alcançar o mesmo marco. Mas um bom número deles poderia chegar lá. A população de centenários nos Estados Unidos deverá crescer para mais de 600 mil em 2050, de acordo com os Census Bureau dos EUA.

“Os centenários no levantamento [email protected] deste ano mostram que a manutenção de uma perspectiva positiva não é só se concentrar no que o futuro nos reserva”, Rhonda Dr. Randall, diretora médica da UnitedHealthcare Medicare&Retirement, disse em um comunicado à imprensa. “Refletir com carinho e confiança nas escolhas que fizeram ao longo da vida ajuda os americanos com maior longevidade a manter um senso de satisfação e bem-estar que é vital para o envelhecimento saudável”, afirmou ela.

O começo da idade adulta foi o momento lembrado com mais carinho na vida dos centenários (45%), apesar dos desafios, tais como equilibrar as exigências do trabalho e da família. O segundo momento mais lembrado foram as vésperas do 100 º aniversário (12%).

Houve diferenças notáveis ​​entre os dois grupos em sua visão do casamento ou da parceria de vida. 31% dos centenários e 19% dos boomers afirmou que partilhar os mesmos pontos de vista políticos com o seu parceiro é muito importante, 40% dos centenários e 22% dos boomers disse ter os mesmos hobbies que o seu parceiro é muito importante, e 56% de centenários e 46% dos boomers disse que compartilhar a mesma fé religiosa com o seu parceiro é muito importante.Apenas 49% dos boomers acredita que é muito importante manter os papéis tradicionais de marido e mulher, em comparação com 67% dos centenários.

Ambos os grupos disseram que os amigos e a família têm o maior impacto sobre suas vidas e proporcionam o maior apoio. Ficar perto de amigos e familiares é um dos segredos para um envelhecimento saudável para 97% dos centenários e 99% dos boomers, e mais de um terço dos centenários afirmaram que já mantiveram uma amizade por mais de 75 anos.

Adaptado e traduzido de Health.com