[the_ad_group id="16403"]
Estética

Estrias em pele negra são muito comuns. Veja como tratá-las e amenizá-las

Por Redação Doutíssima 29/07/2014

As tão temidas estrias também são grandes inimigas das mulheres com pele negra. O grande problema das estrias em pele negra é que, pela cor da pele, as cicatrizes esbranquiçadas costumam ser mais aparentes.

Efeito sanfona leva às estrias em pele negra

Por essa razão, as mulheres com o tom de pele mais escuro precisar cuidar com o efeito sanfona, já que este é um dos motivos mais comuns do aparecimento de estrias em pele negra.

estrias-em-pele-negra

Vários são os tratamentos indicados para casos de estrias em pele negra. Foto: Shutterstock

Como cuidar das estrias na pele negra

As estrias em pele negra nem sempre são fáceis de tratar, já que não são indicados todos os tratamentos do mercado cosmético. Conheça a seguir os principais tratamentos disponíveis.

Intradermoterapia

Uma técnica simples, mas muito útil para estrias. A intradermoterapia utiliza uma medicação em doses baixas, que é injetada diretamente nas estrias. Para isso, não precisa de anestesia, já que não causa dor. Com esta técnica, o risco de ter as temidas cicatrizes queloides é pequeno.

Peeling de cristal

Já o peeling de cristal é um procedimento estético que também pode ajudar a solucionar o problema de estrias em pele negra. O método utiliza um aparelho de sucção, que possui cristais de hidróxido de alumínio na ponta. Com isso é possível retirar a camada mais superficial da pele, promovendo a renovação celular.

Carboxiterapia

O método através da aplicação de gás carbônico (CO2) diretamente nos tecidos pode ajudar a amenizar as estrias em todos os tipos de pele, incluindo a negra. Isso é possível porque o CO2 aumenta a circulação sanguínea do local e melhora a cicatrização da pele. Além disso, acontece a estimulação da produção do colágeno, preenchendo a área da estria e tornando-a mais fina.

Microlaser

O uso de lasers em pele negra ainda é um tabu, mas alguns deles são usados com segurança, como o microlaser, no qual uma corrente galvânica é aplicada dentro da estria através de uma pequena agulha.

Laser CO2 fracionado

Outro tipo de laser que pode ajudar no tratamento das estrias para mulheres de pele negra é o laser CO2 fracionado deka ou activeFX. Este método atua diretamente nas camadas mais profundas da região afetada. Assim, é estimulada a renovação celular e as estrias, com algumas sessões, já podem ter uma melhora significativa.

Peles negras precisam de cuidados especiais

A grande diferença da pele negra em relação à pele clara é a maior produção de melanina, responsável pela pigmentação da pele. E, com isso, ela possui vários benefícios, já que a melanina funciona como um protetor solar natural.

Porém, as mulheres negras precisam saber que este tipo de pele precisa de cuidados específicos, assim como as pessoas com pele muito clara. Por isso, na hora de escolher qualquer procedimento estético, a atenção deve ser redobrada.

Geralmente, mulheres que tem esta cor de pele são privilegiadas por não ter muitos problemas com flacidez, já que é comum terem mais massa muscular e tonicidade na pele. Só que das estrias em pele negra elas não estão livres, assim como de outras imperfeições.

A pele negra tem a tendência a ser mais oleosa e, com isso, a acne pode também ser um problema comum. Além disso, alguns tratamentos podem ocasionar manchas. Por isso, é sempre indicado procurar um bom profissional para analisar cada caso e indicar qual o tratamento trará resultados seguros.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]