Unhas

Unhas postiças: tudo o que você precisa saber para adotar com sucesso

Por Redação Doutíssima 16/10/2014

Nem todo mundo consegue manter unhas perfeitas o tempo todo. Afinal, sempre existem aqueles tristes momentos em que elas quebram ou simplesmente lascam – principalmente naquelas ocasiões especiais, como festas ou casamento. A boa notícia é que para estes casos há solução: o uso de unhas postiças.

unhas-postias

Unhas postiças são feitas com vários materiais diferentes. Foto: iStock, Getty Images

Utilizadas com parcimônia – nem muito compridas, nem abusivamente decoradas –, elas podem dar um toque bem feminino ao visual. Muitas mulheres não escondem o gosto pelas unhas postiças, afinal, elas têm algumas vantagens em relação ao uso de esmaltes.

 

Vantagens no uso das unhas postiças

 

Uma delas é a de que, ao contrário do esmalte, não descasca, além de durar de 10 a 15 dias – bem mais que a das unhas naturais, que fixam o esmalte por, no máximo, sete dias. Outra conveniência das unhas postiças é que elas podem ser facilmente substituídas em caso de qualquer pequeno defeito.

 

Ao aderir às unhas postiças, a mulher reduz suas idas à manicure à medida ela própria poderá fazer a manutenção do acessório. A aplicação das unhas fake é normalmente bastante simples, bastando colá-las adequadamente.

 

Materiais das unhas postiças

 

– Acrigel

 

Compostas de gel e pó acrílico, devem ser aplicadas após o lixamento das unhas, com fixador. Depois de molhar o pincel no gel e no pó, passe-o sobre a unha, como se a estivesse pintando com esmalte. Ao ser exposta à luz ultravioleta, a unha tem o excesso de gel retirado. O efeito é bem natural.

 

– Porcelana

 

Feitas com pó de porcelana. A aplicação consiste em lixar as unhas e, em seguida, colar em cada uma delas o tip (molde de papel adesivo). O material em pó é aplicado sobre cada tip, que se mistura à unha natural após o uso de vários tipos de lixa (para amenizar o relevo). Para finalizar, aplica-se base protetora e esmalte.

 

– Acrílico

 

Tem na resina acrílica em pó suas principal fonte. Segue a mesma lógica de aplicação das unhas de porcelana, porém são mais duráveis. Podem ser decoradas com esmaltes clarinhos.

 

– Fibra de seda

 

Material importado que exige, primeiramente, a preparação da unha com limpeza e lixamento. Em seguida, a fibra é aplicada entre duas camadas de gel. Na sequência, uma prótese é colocada na unha, acompanhada de mais uma pincelada de gel. Emite-se luz ultravioleta para finalizar o processo.

 

– Nova York

 

Feitas em queratina, são muito fáceis de implantar, já que a prótese inteira é colocada na metade da unha com gel em pó, lixada por igual, sem mexer na base. As unhas Nova York podem ser cortadas e moldadas, o que se exibe como uma grande vantagem deste tipo de unhas.

 

À medida que crescem, entretanto, as unhas naturais passam a empurrar as postiças – eis, então, o momento exato de trocá-las.

 

Importante em todas elas é, mais uma vez, não exagerar no tamanho e preservar todas no mesmo formato – ou quadradas ou arredondadas.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros