[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral

Inchaço no olho: veja como tratar a quemose

Por Redação Doutíssima 20/12/2014

A quemose se caracteriza por um inchaço que atinge tecido que reveste as pálpebras e a superfície do olho, na região conjuntiva. A doença provoca irritação e surge como se um fluído estivesse saindo na parte de fora do globo ocular. Ela pode fazer os olhos incharem tanto que é difícil até mesmo fechá-los.

 

Bastante relacionada a outras alergias e infecções no olho, a quemose pode ser decorrência de uma cirurgia ou porque a região é esfregada com força. Outras causas da doença podem ser um angioedema (semelhante a uma urticária), uma infecção bacteriana ou viral (conjuntivite) ou uma reação alérgica a alguma substância.

 

quemose

Outras doenças, como conjuntivite, têm sintomas parecidos. Foto: iStock, Getty Images

Tratamento da quemose pode ser feito em casa

É sempre importante consultar o médico diante dos sintomas da quemose. Somente ele poderá determinar que o inchaço presente no olho é decorrente da doença. Medicações para reduzir os sintomas e tratar o problema devem ser prescritas por um profissional.

 

No entanto, alguns anti-histamínicos que não precisam de prescrição, e compressas com água fria, podem auxiliar no alívio dos sintomas causados por alergias. Mas cuidado, pois a medicação sem receita pode trazer consequências.

 

No caso de não desaparecerem os sinais da doença, e ela for agravada por dores intensas nos olhos, alterações na visão, desmaios ou dificuldades na respiração, consulte o médico novamente para ter certeza de que o tratamento foi feito corretamente. Olhos vermelhos e doloridos podem ser sinal de persistência da doença.

 

Pode não ser quemose?

Nem sempre o inchaço no olho pode ser sinal de quemose. Outras doenças também se manifestam através desse sintoma. O olho inchado geralmente se apresenta assim por causa de um excesso de líquido no tecido que está ao redor do olho, principalmente nas pálpebras.

 

Dentre as várias causas para esse problema, estão a retenção de líquidos, choro em excesso, alergia a substâncias químicas, insônia, edemas e outras irritações oculares.

 

O problema dos olhos inchados é que eles podem esconder doenças mais graves, principalmente nos rins. Porém, quando este é o caso, os sintomas costumam vir acompanhados de outras dores e sinais.

 

Em geral, os inchaços não precisam de tanta preocupação. É necessário verificar se é apenas algo passageiro e administrar medicamentos para alívio, de acordo com um profissional.

 

Quando não acompanhado de outros sintomas, o inchaço no olho pode ser decorrência de alguma alergia ou intoxicação por alimentos. Alguns medicamentos também contêm substâncias que podem irritar a região ocular.

 

Não confunda a quemose com outras doenças como as conjuntivites, o calázio e o tersol (que costumam causar dor e sensação de que algo está machucando o olho).

 

Cuidados com o olho em casos de inchaço

Receitas caseiras atenuam os sintomas das doenças nos olhos. Manter sempre a visão descansada, não coçando a região e cuidando para não machucar são cuidados primários que se deve ter. Além disso, compressas frias ajudam a refrescar a área, que tende a ficar quente com o inchaço.

 

Cuidar para não entrarem ciscos, sujeira ou qualquer tipo de impureza também reduz as sensações desagradáveis provocadas pelas alergias no olho.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!

 


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]