Filhos

Mochilas infantis: escolha a mais adequada para seu filho

Por Redação Doutíssima 01/03/2015

Mochilas infantis são um assunto que pesa nas suas costas? E deve pesar mesmo, pois isso não pode ser considerado é uma brincadeira. Nos períodos de volta às aulas, não basta conferir o que está dentro da mochila, mas também, e principalmente, o peso delas.

 

Além do peso, vale também conferir os modelos, pois o mercado tem evoluído bastante nos estudos para proporcionar os melhores formatos para ajuste das mochilas, de forma que não prejudiquem a saúde dos pequenos. Vale lembrar que neste item, é melhor avaliar não o preço, mas o custo/benefício do investimento.

 

mochilas infantis

É preciso de muita atenção ao comprar a mochila para as crianças usarem na escola. Foto: iStock, Getty Images

Conselho de especialista para mochilas infantis

 

Preparamos para você uma lista de dicas da Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica, para ajudá-lo a escolher o modelo e formato que as mochilas infantis devem ter. Fique atenta a estes itens.

 

1. Tiras

 

As tiras devem ser acolchoadas e largas, para evitar a dor e a restrição à circulação, que são causadas pelas tiras estreitas. O ajuste também merece atenção, e deve ser feito tencionando as tiras para aproximar a mochila ao corpo da criança, permitindo que fique cerca de cinco centímetros acima da cintura.

 

2. Rodinhas 

 

As mochilas infantis com rodinhas são a melhor opção para as crianças que precisam carregar muito peso. Entretanto, é preciso ficar atento ao peso da mochila. Ela não deve pesar mais do que 10% do peso da criança. Se a criança tem 30 kg, por exemplo, a mochila não deve pesar mais do que três quilos.

 

Para evitar lesões com mochilas infantis

 

Para evitar as lesões provocadas pelas mochilas infantis, elas devem ser carregadas sempre com as duas alças nos ombros, sempre bem junto ao corpo e respeitando os cinco centímetros acima da linha da cintura.

 

Além disso,  especialistas recomendam o respeito ao limite de peso e a organização da mochila, com a utilização de todos os compartimentos, mantendo os objetos mais pesados no centro e mais próximo das costas.

 

Além da escola, existem outros lugares em que a criança pode usar mochilas infantis. Num passeio da escola, em viagens etc. Mas se o peso for muito grande, poderá causar dores nas costas, por isso é bom avaliar a quantidade de objetos que vai ter que carregar.

 

Escolhendo a melhor mochila

 

Os pequenos escolhem pela cara da mochila, ou seja, ela tem que agradar aos olhos. Por conta disso, aos pais cabe a mediação entre o motivo e a qualidade do produto que está sendo escolhido. De qualquer forma, a tarefa não é tão fácil quanto parece.

 

As crianças costumam usar mochilas a partir dos três anos, quando passam a frequentar escolinhas. Entre quatro e cinco anos, é aconselhável usar apenas a lancheira, que é mais leve. Se tiver que usar mochila, é melhor que seja a de rodinhas.

 

Entre seis e sete anos, ainda se recomenda o uso da mochila de rodinhas. Embora já seja possível carregar uma mochila nas costas, desde que não tenha muito peso. Liberada somente entre 12 e 13 anos, a mochila nas costas precisa estar dentro dos critérios estabelecidos, sem extrapolar no peso.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros