Saúde

Conheça as causas e sintomas da pneumonia

Por Redação Doutíssima 05/03/2015

A pneumonia é uma doença infectocontagiosa que atinge os pulmões e pode ser contraída pelo ar ou pelo troca de fluídos. Os principais agentes infecciosos são vírus, fungos, bactérias e até uma complicação de uma reação alérgica pode provocar a doença.

 

pneumonia

Doença que atinge pulmões causa tosses, febre e pode ser confundida com gripe. Foto: iStock, Getty Images

 

A pneumonia é uma doença grave, já que atinge a capacidade de respiração da pessoa. Ela é mais perigosa em crianças, idosos, fumantes e pacientes com doenças crônicas. Quando tratada corretamente, não deixa sequelas.

Sintomas da pneumonia

Os sintomas da doença costumam evoluir rapidamente. Em apenas algumas horas, a pessoa evolui de uma crise de tosse para febre alta, dores no tórax e produção de muco exagerada. Não raro, ela é confundida com uma gripe mais forte, o que pode agravar o quadro clínico do paciente.

A doença geralmente causa tosse, principalmente em crianças pequenas, mal-estar generalizado, febre acima de 38ºC, alteração na pressão arterial, confusão mental, falta de ar e secreção com muco purulento de cor esverdeada.

Os pacientes também reclamam de forte dor no tórax ao respirar, como se fosse uma pontada, daí o nome popular da pneumonia, pontada.

Causas e fatores de risco para pneumonia

A pneumonia pode ser causada por vírus, fungos e bactérias, sendo a bacteriana uma das mais graves e difíceis de tratar. Agentes irritantes, como a poeira, também podem colocar em risco a sensibilidade dos pulmões.

Resfriados e gripes mal curadas, assim como mudanças bruscas de temperatura podem desencadear a doença, principalmente em pessoas com sistema imunológico comprometido.

 

O cigarro  também é um vilão importante. A fumaça inalada durante o ato de fumar pode provocar reações inflamatórias e, assim, facilitar a penetração de agentes infecciosos e irritantes.

O álcool é outro elemento que mexe com o sistema imunológico e deixa o organismo mais suscetível para infecções. Pessoas alérgicas também podem desenvolver a doença devido ao ar muito seco provocado pelo ar condicionado.

Tratamento da doença

O tratamento da doença não é complicado, mas crianças, idosos e fumantes precisam de cuidados mais atentos e, em alguns casos, pode ser necessário internação hospitalar.

Antibióticos são os principais medicamentos usados no tratamento e em três ou quatro dias já começam a fazer efeito. No entanto, é preciso 15 dias de remédios para que a  terapia esteja completa e o paciente curado.

Ela pode ser uma doença traiçoeira. Não raro, os pacientes apresentam complicações decorrentes da própria doença. Comprometimento renal e da pressão arterial são possíveis mesmo com o início da medicação. Por isso, é importante buscar ajuda médica ao menor sinal da doença.

 

Como prevenir a doença

A pneumonia é uma doença que tem vacina que ajuda na prevenção, no entanto, não há para todos os agente infecciosos.

A primeira imunização é feita logo nos primeiros dois anos da criança. Outras doses diferenciadas são feitas ao longo da vida. A vacina da gripe também ajuda a proteger da doença.

Manter as mãos limpas, ambientes arejados e ar-condicionado limpo são medidas que ajudam a prevenir a doença. Por isso, não descuide desses práticas.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros