[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Doenças autoimunes: conheça as principais e veja como se proteger

Por Redação Doutíssima 23/03/2015

Lúpus, psoríase, diabetes: você sabe o que elas têm em comum? São doenças autoimunes, condição que pode ser definida como um ataque do sistema imunológico contra  o próprio organismo. Por isso, elas são incuráveis.

 

As causas ainda não estão bem claras para a ciência, mas, para cada uma delas, existem medidas que aliviam os sintomas e permitem que as pessoas tenham uma vida normal.

De que forma as doenças autoimunes agem

As doenças autoimunes acontecem quando o sistema imunológico destrói organismos saudáveis do corpo. É como se ocorresse um curto-circuito e impedisse o organismo de saber o que deve ser combatido ou não.

doencas autoimunes

Lúpus, psoríase e diabetes tipo 1 são doenças que atacam o sistema imunológico. Foto: iStock, Getty Images

Uma série de estudos já foi realizada com o objetivo de descobrir mais as causas das doenças autoimunes. Como conclusão, de forma geral, há muito mais hipóteses do que certezas sobre o que origina tais doenças.

De acordo com uma pesquisa desenvolvida por cientistas da Universidade Queen Mary, na Inglaterra, fatores genéticos pouco influenciam no desenvolvimento dessas doenças.

O estudo realizou o mapeamento genético em 40 mil pessoas, divididas em dois grupos. O primeiro era composto por 24.892 portadores de doenças da tireoide, celíaca, de Crohn, psoríase, esclerose múltipla e diabetes tipo 1. O segundo, com 17.019, era composto por pessoas saudáveis.

 

Durante a análise, os cientistas perceberam que o fator genético correspondia apenas a 3% das causas. Segundo o professor de genética e chefe da pesquisa, David Van Heel, para cada uma das doenças autoimunes, existem centenas de fatores que variam entre os genitores e, por isso, a base biológica não pode ser determinante dessas condições.

Principais doenças autoimunes

Foram descobertas mais de 80 tipos de doenças autoimunes. Cada uma tem uma forma de se manifestar e diferem nos sintomas, desenvolvimento e tratamentos. Saiba mais sobre quatro delas:

 

1. Lúpus

A presença de leucócitos em exames de urina, dores articulares, manchas no rosto em forma de borboleta e até perda de peso podem ser sintomas do lúpus eritematoso sistêmico (les).

O diagnóstico pode ser feito por meio de um exame de sangue. A doença acomete os vasos sanguíneos por um processo inflamatório (vasculite). Por esse motivo, pode atingir qualquer parte do corpo.

 

O tratamento, quando feito de acordo com a orientação médica, permite o controle da doença e os pacientes quase não percebem seus sintomas. Dura, em média, cinco anos. Depois do término, os sintomas podem desaparecer.

2. Psoríase

A psoríase tem como característica lesões na pele, que causam muita coceira. Ela acontece porque as células se multiplicam e formam camadas, como se fossem escamas.

O tratamento é feito com pomadas ou produtos para o corpo, além de exposição ao sol de 20 minutos por dia, sem filtro solar, nos horários de menor incidência dos raios ultravioletas.

3. Doença celíaca

As pessoas com essa doença possuem intolerância ao glúten, substância comum no trigo, centeio, cevada e seus derivados. Ela resulta na má digestão dos nutrientes, sais minerais e vitaminas. Os sintomas podem incluir diarreia, desnutrição, emagrecimento, inchaço do abdômen, cólicas, ânsias e vômitos.

Exames de sangue específicos podem detectar a doença. Se o paciente se recusar a fazer o tratamento, que consiste na supressão de glúten, pode ocorrer, nos casos mais graves, risco de morte.

4. Diabetes Tipo I

A doença atinge o metabolismo de substâncias, como proteínas, gordura e açúcar. A diabetes tipo I é comum em apenas 10% dos diagnosticados com a doença.

Acomete crianças e adolescentes nos quais o pâncreas não produz insulina suficiente ou o organismo destrói as que produzem. Para suprir essa deficiência, é necessário fazer injeções diárias de insulina e uma alimentação regrada, acompanhadas de exercícios.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]