[the_ad_group id="16403"]
Especialidades

Por que não conseguimos lembrar dos sonhos?

Por Redação Doutíssima 25/12/2014

Na maioria das vezes não conseguimos lembrar dos sonhos, pois ele acaba e nós continuamos dormindo em sono profundo. Os sonhos fazem parte do inconsciente e da memória do consciente, então depois de algum tempo o cérebro não consegue mais captar a lembrança.

 

Sendo assim, só nos lembramos dos sonhos se acordarmos no máximo dez minutos após o seu término.  

 

Sono tem 4 fases

Nosso sono tem diferentes fases, com diferentes profundidades. A sonolência é o sono mais leve, quando podemos ser despertados por qualquer ruído. O cérebro ainda consegue ativar a memória neste estado, pois a pessoa ainda está um pouco acordada. As próximas três fases são o sono leve, o médio e o profundo.

 

lembrar dos sonhos

Depois de um tempo, o cérebro não capta mais o que foi sonhado. Foto: iStock, Getty Images

Nestas quatro fases do ciclo do sono, a pessoa ainda não sonha. Os sonhos só iniciam após cerca de 90 minutos de sono, quando se inicia a fase REM (em inglês rapid eye movement, em português a sigla quer dizer “movimento rápido dos olhos).

 

Somente na fase REM que é possível sonhar. Em uma noite normal de sono, com tempo adequado, acredita-se que podemos entrar nesta fase entre quatro a seis vezes. Neste estágio, nos vamos lembrar dos sonhos que ocorrem por último, em função do que já citamos sobre a memória.

 

Quando lembramos de mais de um sonho, mesmo que vagamente, isso indica que houve vários microdespertares durante o sono, assim que o sonho acabou. Esse despertar é o que ativa a memória e possibilita lembrar dos sonhos.

 

Quem tem sono leve consegue lembrar dos sonhos

Fazendo uma avaliação, as pessoas que costumam lembrar dos sonhos são aquelas que possuem o sono leve e acordam facilmente várias vezes ao longo da noite. Os pesadelos, como são chamados os sonhos ruins, possuem muito mais chances de serem lembrados, já que a pessoa acaba despertando assustada.

 

Especialistas na área da psicologia acreditam que os sonhos, os pesadelos, a lembrança dos mesmos e a repetição constante de alguns sonhos está diretamente ligada a problemas emocionais.

 

Os psicólogos acreditam que temos a tendência a sonhar com algo que nos incomodou ou nos deixou impressionados. O sonho, nestes casos, agem como recursos para vencer os desafios, que a pessoa estando acordada, está com muita dificuldade em resolver.

 

Às vezes a pessoa sabe que sonhou, mas não lembra e isto pode se mostrar uma negação, pois ela se acha incapaz de resolver determinada situação.  

 

Para lembrar dos sonhos, anote

Se você deseja lembrar dos sonhos e acompanhá-los para alguma avaliação, é melhor anotá-los. Após algumas horas o cérebro descarta as informações que julga desnecessárias e a chance de você não lembrar mais do que sonhou é grande. Mas também não vivemos apenas de sonhos ruins.

 

Como o sonho é uma extensão do nosso dia e estão ligados as expressões da memória, podemos sonhar de forma aleatória com fatos que ocorreram no nosso dia ou por aqueles dias.  Se for algo muito bom, a tendência do sonho também será boa.

 

Contudo, as lembranças geralmente são confusas e sem uma ordem específica, ficando difícil lembrar. Sobre as crenças de significados dos sonhos, especialistas entendem que não passa de folclore. Eles entendem que os fatos revelados nos sonhos são claros e não escondem fatos ou informações.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]