[the_ad_group id="16401"]
Gestante

Veja os tipos de chupeta e o que podem causar à arcada dentária

Por Redação Doutíssima 06/06/2015

Chupar é uma atividade normal para os bebês, é assim que eles se alimentam no início da vida – e esse movimento ainda os acalma. O uso de qualquer um dos tipos de chupeta pode ser recomendado durante os primeiros meses de vida para evitar que a criança chupe o próprio dedo como alternativa.

 

Mas por que oferecer a chupeta em vez de deixar o bebê chupar o dedo? De acordo com o Centre Dentaire de Haute Technologie du Quebéc, os pais conseguem controlar o bebê em relação ao uso da chupeta.

tipos de chupeta

O uso prolongado e incorreto de chupetas pode afetar a saúde bucal dos bebês. Foto: iStock, Getty Images

Esse acessório, controlado por pais e cuidadores, acaba deixando o bebê mais calmo, mas há muitas ressalvas. Provavelmente, você já ouviu falar que o uso da chupeta pode causar problemas na arcada dentária e na formação bucal dos pequenos. Saiba que a informação, para a tristeza de muitas pais, é real.

Os acessórios capazes de calar um bebê aos prantos são prejudiciais aos dentes e à formação da mandíbula, mas se usados com orientação e por um tempo determinado, os riscos são reduzidos, ao contrário da sua paciência em caso de crianças que não usam chupeta.

Conheça os tipos de chupeta

Já se foi o tempo em que só existia um modelo de chupeta e poucas marcas produzindo esse produto. Hoje, os acessórios para bebês são oferecidos em lojas especializadas em diferentes formatos e materiais. 

 

Quanto aos materiais, existem basicamente dois tipos de chupeta: com bico de látex (borracha) e com bico de silicone. O primeiro é mais macio, mas se deteriora mais rápido. O segundo, além de mais durável, é mais higiênico, mas a maciez deixa um pouco a desejar.

Já o formato do bico, independente do material de que ele é feito, pode ser redondo, anatômico ou ortodôntico. Modelos mais clássicos, que existem desde a sua infância, os tipos de chupeta com bico redondo são fáceis de encontrar e não têm uma posição específica para se encaixarem na boca do bebê.

Como o próprio nome diz, o bico anatômico tem a capacidade de se adaptar ao formato da boca da criança. No entanto, ele tem um jeitinho específico de ser colocado, com um lado para cima e outro para baixo. Isso pode estressar uma criança pequena que não consegue colocar o bico de maneira correta depois de tirá-lo.

A chupeta com bico ortodôntico promete não influenciar tanto na formação bucal dos pequenos. No entanto, assim como os outros tipos de chupeta, ela oferece riscos ao desenvolvimento e posicionamento dos dentes.

Como os tipos de chupeta podem ser prejudiciais

Em um texto que reúne resultados de vários estudos na área, a National Library of Medicine (Biblioteca nacional de medicina dos Estados Unidos) menciona que cáries, interferências na oclusão (encaixe entre os dentes inferiores e superiores) e retração da gengiva são problemas de saúde ligados ao uso errado ou prolongado de qualquer um dos tipos de chupeta.

O uso incorreto citado é quando pais ou cuidadores utilizam açúcar, mel ou outras substâncias para convencer a criança a chupar o bico. O uso prolongado é definido pelo hábito da criança de chupar bico até o aparecimento dos dentes permanentes.

Com todas essas informações, é impossível chegar a uma conclusão se a chupeta tem mais benefícios ou riscos. Antes de tomar uma decisão sobre oferecer ou não ao seu filho, converse com o pediatra. A experiência médica pode fazer uma grande diferença em casos tão duvidosos como esse.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]