Gestante

Desenvolvimento fetal: saiba o que é benéfico para o bebê

Por Redação Doutíssima 20/08/2015

Mães de primeira viagem costumam ser as mais ávidas leitoras de todo o tipo de informação sobre o desenvolvimento fetal. Entender como o bebê se desenvolve a cada trimestre e o que é importante a cada estágio da gravidez traz mais tranquilidade e saúde para a gestação.

 

Antes mesmo de focar em cada um dos trimestres do desenvolvimento fetal, há alguns nutrientes básicos que precisam fazer parte da dieta durante toda a gravidez. Uma alimentação balanceada e variada traz todos eles, mas é importante saber quais são.

desenvolvimento fetal

A alimentação balanceada e rica em vitaminas é importante para os nove meses de gravidez. Foto: Shutterstock

Durante a gravidez, não podem faltar vitaminas do complexo B, D e A. Além disso, carboidratos integrais, fósforo, proteínas e gorduras de boa qualidade.

Também é importante reforçar os alimentos capazes de prejudicar a gestação. Bebidas com cafeína devem ser limitadas e alimentos crus e carnes mal passadas não devem ser consumidos pelo risco de doenças.

Primeiro trimestre do desenvolvimento fetal

Até o final do terceiro mês de gestação, o desenvolvimento fetal leva o pequeno embrião a ter 14 cm, segundo informações da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Já no momento da fecundação, a placenta e o líquido amniótico começam a se desenvolver.

Sistema nervoso, circulatório, digestório e respiratório já começam a se desenvolver lentamente nessa etapa. Até o final do trimestre, órgãos internos, esqueleto, olhos, boca, nariz, braços e pernas também começam a se formar.

Aqui, o ácido fólico, também conhecido como vitamina B9, é extremamente importante para evitar defeitos na formação do cérebro, nervos e medula. Pode haver recomendação médica de suplemento vitamínico para suprir as necessidades da gestante.

Segundo trimestre do desenvolvimento fetal

Nessa etapa do desenvolvimento do feto, não podem faltar vitamina C, magnésio, ferro e vitamina B6 na alimentação. Juntos, esses nutrientes contribuem para a formação de vasos sanguíneos e o crescimento dos tecidos no bebê, e também para a prevenção de anemia e de depressão na gestante.

Tudo isso contribui para muitas mudanças no feto, que já começa a se movimentar, diferenciar gostos e reconhecer sons externos. Em torno do quinto mês, os órgãos genitais já estão completamente visíveis e a distinção através de ultrassom fica muito mais fácil.

Cabelos, cílios e sobrancelhas já começam a aparecer. O bebê também já é capaz de chupar o dedo e franzir a testa. Ao final dessa etapa do desenvolvimento fetal, já podem ser observados por ultrassom dedos e lábios.

 

Fortissima desenvolvimento fetal 

Terceiro trimestre do desenvolvimento do feto

No último trimestre do desenvolvimento fetal, o bebê já se movimenta bastante, dorme e até boceja. A partir do oitavo mês, o espaço começa a ficar mais apertado e o feto se prepara para ficar em posição para o parto, com a cabeça para baixo.

Os ossos já estão quase totalmente prontos e os últimos órgãos a finalizarem seu desenvolvimento são os pulmões. Ao final do período, o bebê tem entre 45 e 50 cm.

Na última etapa do desenvolvimento do feto, o cálcio é essencial para mamãe e bebê. O nutriente é importante para o fortalecimento dos ossos do pequeno e é essencial para a produção do leite materno.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros