Esporte

Rio 2016: ciclismo BMX é uma das modalidades olímpicas

Por Redação Doutíssima 08/09/2015

Os esportes radicais também fazem parte do programa olímpico do Rio 2016. O ciclismo BMX é uma das modalidades que prometem muitas manobras emocionantes. Rápido e perigoso, trata-se de um esporte novo nas Olimpíadas e foi um enorme sucesso em sua estreia em 2008. Esse tipo de ciclismo também é o favorito nas ruas e qualquer um pode praticá-lo.

 

Ciclismo BMX é um esporte cheio de adrenalina

A diferença do ciclismo BMX para outros está no tipo de bicicleta usada e no estilo de pista e corrida. A modalidade BMX, ou Bicycle Moto Cross, usa um tipo de bicicleta menor do que a tradicional, com rodas aro 20, uma marcha e freio.

ciclismo bmx - doutissima

Modalidade olímpica caracterizada pela adrenalina promove melhora na resistência física. Foto: Donny Robinson – Getty Images

O circuito consiste em uma pista cheia de curvas e obstáculos, o que faz com que o piloto precise de muito equilíbrio e técnica para as manobras. Ganha quem chegar primeiro.

 

Corridas de BMX têm suas origens no início dos anos 1970, quando as crianças, tomando inspiração nas estrelas mundiais do motocross daquele tempo, começaram a competir em pistas de terra com suas bicicletas no sul da Califórnia, nos Estados Unidos. Durante a década seguinte, o esporte gradualmente ganhou popularidade internacional.

 

O BMX World Championships é um dos principais campeonatos dessa modalidade e tem sido realizado desde 1982. O ciclismo BMX é um dos mais recentes esportes acrescentados ao programa olímpico, sendo introduzido nos jogos de Pequim, em 2008.

 

Formato da competição no Rio 2016

A competição do ciclismo BMX funcionará em duas categorias, onde participarão 32 atletas masculinos e 16 femininos. Ao todo serão disputadas seis medalhas, em um percurso de 350 metros, no Centro Olímpico de BMX.

 

Na categoria individual masculina, a competição será em quatro etapas: a primeira uma classificação por tempo, a segunda cinco corridas com sistema de pontuação. Depois é a hora da semifinal e a grande final, com oito competidores em uma corrida única.

 

Para as mulheres, a competição é um pouco diferente. Em uma primeira etapa, as competidoras são divididas em dois grupos, e executam três baterias. As quatro melhores pontuações vão para a final, que também é uma corrida única.

 

Como praticar o ciclismo BMX

O esforço de andar de bicicleta BMX por uma hora é capaz de queimar cerca de 610 calorias. Isso não só ajuda na perda de peso, mas aumenta resistência, promove agilidade, desenvolve coordenação física e constrói força muscular.

Um estudo da Universidade da Carolina do Norte revela que pessoas que pedalam durante 30 minutos, cinco dias por semana, têm a metade do número de dias doentes do que pessoas sedentárias.

 

Além disso, pedalar fortalece e tonifica vários músculos da perna. Ao levantar o guidão para executar truques, a manobra muitas vezes aumenta a massa muscular no bíceps e tríceps. Caso você leve o esporte a sério e treine para competições, a nova rotina irá aumentar sua autodisciplina, autoestima e confiança.

 

Para começar, são essenciais a bicicleta, o lugar para treinar e os equipamentos de segurança – capacete, luvas de ciclismo, cotoveleiras e joelheiras. Recomenda-se também o uso de calças e uma blusa de manga longa – para servirem de proteção adicional em caso de queda. E acredite, você vai precisar delas até pegar o jeito.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


Sites parceiros