Esporte

Conheça os benefícios da ginástica rítmica

Por Redação Doutíssima 07/03/2015

Delicadeza, ginga, equilíbrio, força e flexibilidade são as principais características da ginástica rítmica. A dança sincronizada, que é modalidade dos Jogos Olímpicos, encanta os que assistem e também os que praticam.

 

Majoritariamente praticada por mulheres, a ginástica rítmica é uma apresentação de dança sincronizada. Entretanto, muitas equipes masculinas já começam a surgir.

ginastica ritmica

Modalidade de ginástica ajuda a melhorar o equilíbrio e a flexibilidade do corpo. Foto: iStock, Getty Images

Durante a coreografia, adereços como arcos, fitas, maçãs e bolas são utilizadas para dar mais beleza ao espetáculo. As coreografias podem ser realizadas em grupos de cinco atletas ou individualmente.

 

Benefícios da ginástica rítmica desde a infância

 

A prática da ginástica rítmica deve ser iniciada preferencialmente ainda na primeira infância. A partir dos quatro anos, a criança já possui capacidade de raciocínio e motora para acompanhar aulas da modalidade.

 

Entre os principais motivos para os pais incentivarem os filhos a fazer aulas do esporte é o ganho de equilíbrio e flexibilidade. Além disso, os treinos são uma ótima válvula de escape para as crianças mais hiperativas.

 

Por conta do conjunto de música, coreografia e manuseio de acessórios, o esporte também incentiva a capacidade psicomotora das crianças. Raciocínio, agilidade e reflexos são trabalhados durante as aulas.

 

Fazer exercícios físicos moderados desde criança ajuda também no desenvolvimento das capacidades cardíacas e respiratórias. O fortalecimento dos músculos e ossos é outro beneficio.

 

Enquanto isso, nos adultos o esporte proporciona benefícios semelhantes, entre eles o equilíbrio e a flexibilidade. Porém o bônus dos treinos para adultos é a perda de gorduras e o ganho e tonificação da massa muscular.

 

Cada aula de uma hora de duração pode queimar até 400 calorias e trabalha com boa parte dos músculos do corpo. Além disso, o esporte é capaz de aumentar a autoestima e a autoconfiança de seus praticantes.

 

Ginástica rítmica e artística no Brasil

 

Quem não se lembra da apresentação da ex-ginasta brasileira Daiane dos Santos nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004? A apresentação de solo com a música “Brasileirinho”, adaptada especialmente para a ocasião, gerou reconhecimento para a atleta, para o país e para a ginástica rítmica e artística.

 

Mesmo sem ter ganhado a medalha de ouro, pois faltou à final e ficou com a quinta colocação, Daiane provavelmente foi uma das principais responsáveis por impulsionar a prática no Brasil. A ginasta se aposentou em 2012 e agora é comentarista esportiva.

 

Apesar de ser mais popular entre as meninas, o esporte também tem a modalidade masculina. Exemplo disso é o ginasta brasileiro Diego Hypólito que trouxe vários títulos de solo para o Brasil, inclusive o bicampeonato mundial.

 

4 movimentos mais populares da modalidade

 

Para conhecer melhor e ficar por dentro do esporte, confira a seguir os quatro movimentos mais populares da ginástica rítmica:

 

1. Pivot

 

Consiste em um giro de 360º do atleta sobre apenas uma das pernas.

 

2. Onda

 

O atleta imita o movimento de uma onda com equilíbrio e leveza.

 

3. Véu

Com a mão acima da cabeça, o atleta gira cordas em torno de si.

 

4. Equilíbrio

 

O corpo é apoiado em apenas uma perna, enquanto a outra é elevada até a cabeça do atleta.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros