Exercícios

Low pressure fitness: método promete reduzir 12 cm de cintura

Por Redação Doutíssima 23/09/2015

A nova promessa para conseguir a tão sonhada barriga negativa vem do solo europeu. O low pressure fitness é uma aula que combina exercícios de respiração e posturais e que envolve o uso de um grande número de músculos, ajudando a aumentar a força muscular interna e diminuindo a pressão abdominal.

 

Barriga chapada com low pressure fitness

Esse programa único combina reabilitação, condicionamento, reforço, desempenho esportivo e estética. Ele é baseado em exercícios hipopressivos, método desenvolvido na Europa pelo médico Marcel Caufriez na década de 1980 como um tratamento não-cirúrgico para mulheres com problemas do assoalho pélvico.

low pressure fitness

Treinamento com foco em exercícios hipopressivos ajuda a diminuir a cintura. Foto: iStock, Getty Images

Seguindo-o você é capaz de treinar as fibras musculares involuntárias, que compõem mais de 75% do seu abdômen.

 

Em 2005, Piti Pinsach começou carreira nessa área, tornando-se um precursor na tarefa de divulgar as técnicas e trabalhar para aproximá-las dos campos de exercício físico, aptidão e prevenção de doenças. Depois de anos de estudo, finalmente nasceu o low pressure fitness, uma aula que já é sucesso na Europa, no Canadá e na América Latina.

 

A promessa é a obtenção de menos 12 cm de cintura com a prática de exercícios. Eles têm como alvo os músculos involuntários do abdômen, que também são responsáveis ​​pelo tom de descanso de sua barriga.

 

Durante a aula, é feita uma sequência de padrões de respiração rítmica e posturas definidas para uma cadência específica. Com isso, é possível ativar os músculos e também criar um efeito de vácuo na região abdominal, tudo sem colocar qualquer pressão indesejada no assoalho pélvico.

 

Benefícios do low pressure fitness

Os exercícios propostos pelo low pressure fitness podem beneficiar quase qualquer pessoa, independentemente do sexo ou da idade. É um meio seguro para a nova mãe para restaurar os músculos abdominais após o parto, bem como para ajudar um atleta a aumentar sua capacidade respiratória e melhorar seu desempenho esportivo ou aptidão física.

Para quem busca o corpo ideal, as mudanças são vistas na circunferência da cintura.

 

Estudos indicam que o método é capaz de auxiliar na busca pelo abdômen desejado. A redução da circunferência da cintura pode ser notada com pouquíssimas sessões. Confirma essa informação um estudo longitudinal, concluído pela Universidade de Santiago e da Universidade de Vigo, na Espanha.

 

O levantamento incluiu 126 mulheres entre de 25 a 60 anos de idade, que foram divididas em dois grupos. Ambos os grupos fizeram exercícios abdominais durante 30 minutos, duas vezes por semana, durante 14 semanas. O grupo que fez exercícios hipopressivos mostrou uma diminuição significativa da circunferência da cintura de até 3,5cm.

 

Além disso, a técnica parece proporcionar grandes benefícios para o alinhamento postural, e também tratar problemas de incontinência urinária e com a vida sexual. Ela pode conduzir a um descongestionamento pélvico e aumento da vascularização pélvica.

Em outras palavras, essa aula pode oferecer muito mais benefícios do que qualquer outro tipo de exercício abdominal, mas também exige um complexo processo de aprendizagem, como o controle do diafragma.

É preciso executar a técnica corretamente, do contrário os efeitos de tonificação dificilmente serão atingidos. Por isso, busque um profissional capacitado para a realização desse tipo de exercício caso queira fazê-lo.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros