Alimentação infantil

BLW: conheça o método que dá autonomia ao bebê na hora de comer

Por Redação Doutíssima 29/09/2015

Um número crescente de pais está rejeitando a alimentação tradicional dos bebês e adotando a abordagem chamada Baby Lead Weaning (BLW) para estabelecer atitudes saudáveis relacionadas à comida.

 

Nesse método, os purês e as papinhas são excluídos do plano e o pequeno pode partilhar do mesmo alimento ingerido pela família. Além disso, é o bebê quem controla a qualidade e a quantidade de comida que o satisfaz.

blw

Método que dá autonomia para o bebê se alimentar ajuda no desenvolvimento. Foto: iStock, Getty Images

 

BLW para introduzir alimentos sólidos

Em linhas gerais, esse conceito se resume a deixar o bebê se alimentar enquanto os pais introduzem novos alimentos à dieta deles juntamente com leite ou fórmula. Muitos consideram o BLW uma alternativa superior ao método tradicional, e por isso ele está ganhando a reputação de ser a melhor maneira para introduzir hábitos alimentares saudáveis.

 

O termo foi popularizado por Gill Rapley, enfermeira de saúde pública britânica e mãe de três filhos, que escreveu o livro “Baby-Led Desmame”. Segundo ela, os bebês só devem começar a consumir alimentos sólidos quando tiverem capacidade de se alimentar por conta própria, sem assistência dos pais – o que geralmente acontece por volta dos seis meses.

 

A pesquisa mostra, ainda, que aos seis meses de idade, os sistemas gastrointestinal e imunológico dos bebês se tornam capazes de lidar com os alimentos além de leite materno ou fórmula.

Nesse estágio, também melhora sua capacidade de mover as coisas ao redor da boca. Não é por outro motivo que ela é justamente a idade recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o momento ideal para sólidos.

 

De acordo com um estudo da Universidade de Glasgow, no Reino Unido, o BLW é viável para a maioria das crianças. No entanto, os pesquisadores alertam que ele é capaz de levar a problemas nutricionais em bebês que possuem um desenvolvimento relativamente retardado.

Dentre as vantagens desse método, estão apontadas escolha mais saudável de alimentos, redução do risco de obesidade, desenvolvimento da mandíbula, melhor coordenação, confiança e prazer na hora da refeição.

 

Como fazer o desmame com o BLW

Quando o bebê estiver pronto para a introdução de sólidos, é possível começar a incluir o pequeno na hora das refeições da família e oferecer alimentos em pedaços que sejam fáceis para ele pegar e segurar.

É muito provável que ele comece a levar a comida à boca e a roer, morder, mastigar e engolir os pedaços. É assim que funciona, não há necessidade de alguém “alimentar” o bebê.

 

Um excelente alimento para começar é a banana, assim como melão, abacate, cenouras cozidas e brócolis. É importante evitar aqueles mais duros como nozes, bem como os capazes de provocar alergias. Deixe também o bebê se alimentar no seu tempo e use sempre um babador porque é provável que ele irá se sujar um pouco.

 

É fundamental ainda escolher um momento em que o bebê não esteja cansado ou com fome. Ele ainda não sabe que alimentos sólidos podem encher sua barriga e saciar seu apetite – que em suas cabeças é satisfeito pelo peito ou mamadeira.

 

Para eles, os alimentos serão apenas um brinquedo novo no início, o qual ele não será capaz de explorar se estiver cansado ou com fome.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros