Estética

Barbeador a laser promete revolucionar a vaidade masculina

Por Redação Doutíssima 29/10/2015

Lâminas de barbear e produtos similares elétricos são os mais utilizados para remover os pelos do rosto nos homens que não querem um look com barba. Mas a promessa de um barbeador a laser pode mudar o jeito de remover os pelos do rosto. Infelizmente, essa tecnologia ainda não está disponível. 

Barbeador a laser: tecnologia para o futuro

O anúncio de um barbeador a laser capaz de revolucionar a vaidade masculina alvoroçou a mídia. Apontado como o primeiro barbeador inteligente do mundo, o Skarp Laser Razor se parece com uma lâmina tradicional, mas é alimentado por laser.

barbeador-a-laser-doutissima-shutterstock

Chegada do barbeador a laser ao mercado deve levar mais tempo do que o previsto. Foto: Shutterstock

Desenvolvido pela empresa californiana Skarp Technologies com o uso de alumínio 6061, o dispositivo não é descartável, o que contribuiria com o meio ambiente. Além disso, o laser não causaria irritação e evitaria machucados na pele. 

 

Mas o projeto, que seria financiado através de croud funding, foi removido do site onde as contribuições poderiam ser feitas. O lançamento agora é incerto.

 

Pela falta de protótipos funcionais e convincentes, a ferramenta de arrecadação Kickstarter precisou cancelar a campanha, que prometia a chegada do produto ao mercado em março de 2016.

A ansiedade pelo lançamento do barbeador a laser pode ser notada no financiamento recebido. O valor inicial pedido pela empresa era de US$ 160 mil, mas as contribuições ultrapassaram a marca de US$ 4 milhões. O Kickstarter afirmou que com o fim da campanha todo o valor será devolvido para quem o doou.

Laser para um barbear mais uniforme

Enquanto uma lâmina a laser não chega no mercado, outros produtos usam um feixe de luz para melhorar o barbear. A tecnologia é ideal para quem gosta de uma barba bem desenhada e quem tira apenas parte dos pelos.

A inovação surgiu primeiro com a Philips, que lançou StyleXpert Beardtrimmer 9000 em 2013 em uma feira de tecnologia. O barbeador elétrico possui uma peça que pode ser acoplada e que emite um raio de luz para auxiliar no design da barba.

O laser forma uma espécie de linha guia para delimitar onde os pelos vão ser removidos e onde a barba vai ficar. Ao aproximar o barbeador do rosto a linha indica exatamente onde as pequenas lâminas do produto vão encostar, dando maior precisão.

Há mais de um jeito de fazer a barba

As lâminas comuns, encontradas no supermercado e farmácias são, com certeza, o acessório mais prático para manter o rosto livre de pelos. O preço é acessível e basta descartar o produto e comprar um novo ou trocar a parte cortante para ter sempre um bom resultado.

Mas nem todos se adaptam a esse tipo de barbear. As lâminas podem causar cortes ou ainda irritar a pele sensível. Homens com tendência a foliculite (inflamação dos pelos) devem evitar ao máximo usar esse produto.

A outra opção para aparar e remover os pelos do rosto em casa são os barbeadores elétricos. Esses são práticos, porém mais caros e usam energia elétrica para carregar suas baterias. Apesar da facilidade de manuseio, o produto não oferece um barbear tão rente quanto as lâminas comuns.

Por fim, a solução mais permanente é a remoção de pelos a laser ou luz pulsada, tecnologia utilizada em clínicas de estética e dermatologia. Esse tipo de depilação só pode ser feito por pessoas qualificadas para manusear os equipamentos. Procure estabelecimento com boa reputação e esclareça suas dúvidas sobre o procedimento.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros