Sexualidade

Dirty talk: aposte na arte de falar sacanagem durante o sexo

Por Redação Doutíssima 28/11/2015

Uma das coisas mais importantes em um relacionamento é a comunicação, mesmo quando as coisas ficam quentes. Por isso vale a pena apostar no dirty talk, que nada mais é do que falar algumas frases picantes na hora do sexo. Estudos indicam que essa prática pode melhorar sua vida sexual e, na verdade, ela é menos assustadora do que parece.

dirty talk istock getty images doutíssima

Muitas pessoas têm dificuldade para falar palavras eróticas naturalmente. Foto: iStock, Getty Images

 

Dirty talk aumenta o prazer sexual

O cérebro é considerado o órgão sexual mais poderoso porque é onde o desejo sexual começa. Todavia, ele possui diferenças biológicas em homens e mulheres. Para eles, o hipotálamo é maior e há mais circulação de testosterona. Para elas, o hipotálamo é menor e há menos circulação do hormônio. Em princípio, isso pode significar que o desejo sexual nelas não é tão forte quanto neles.

 

Acontece que a quantidade certa de conversa mais picante é capaz de ativar todas as regiões do cérebro e excitar a mente, tanto em homens quanto em mulheres, independentemente da anatomia. Falar sacanagem da cama pode ser um interessante gatilho inicial para fazer todo o corpo se sentir estimulado. Quanto mais estimulante for o papo, melhor.

 

Um estudo publicado no Journal of Social and Personal Relationships em 2012 indica que quanto mais confortável estamos ao falar de sexo, mais satisfatória nossas vidas sexuais se tornarão. Conforme os pesquisadores, aqueles que se comunicam durante o sexo são mais propensos a experimentar satisfação sexual.

 

Falar sacanagem é como aprender uma nova língua

Um dos maiores obstáculos que algumas pessoas têm é a dificuldade para que pensamentos e palavras eróticas saiam naturalmente. Para superar isso é necessário repetir as coisas que você gostaria de dizer em voz alta, de preferência em um espaço privado ou quando você estiver se masturbando. Assim, o dirty talk poderá ficar mais confortável e natural para você.

 

Muitas vezes os homens têm medo que a mulher possa se sentir ofendida ao ouvir pensamentos e palavras mais ousadas. Em contrapartida, as mulheres em certas ocasiões ficam receosas que os homens possam desrespeitá-las se ouvirem o que saiu de sua mente. Nesse caso, o primeiro passo para manter uma conversa franca e desinibida com o parceiro é aprimorar a confiança do casal.

 

Tente abordar o assunto sobre ter uma conversa picante quando o sexo não está na agenda. Muitas pessoas usam palavras que são culturalmente ofensivas ou degradantes, mas você não precisa fazer isso. Uma boa forma de começar é descobrir quais palavras estão fora dos limites e quais são aceitáveis – e investir nessas últimas.

 

É possível ainda iniciar uma conversa suja dizendo ao parceiro o que você gosta que ele faça ou o que você sente quando ele toca em determinado lugar. Repasse essas informações em tom positivo e encorajador – isso talvez já seja o suficiente para “ligar” o companheiro.

 

Lembre-se que uma conversa mais picante na cama não significa recorrer aos diálogos que você já ouviu em um vídeo pornô ou palavras mais ousadas e pouco usuais. Muitas vezes dizer coisas simples como “Eu quero você” já são suficientes para fazer o parceiro se sentir desejado e responder apropriadamente.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros