Filhos > Gravidez e Filhos

Ambiente escolar acolhedor auxilia no desenvolvimento

Por Redação Fortíssima 22/01/2016

O ambiente escolar é um espaço no qual as crianças passam grande parte do seu tempo, desde a infância até a adolescência.  É nele que se iniciam processos valiosos para o desenvolvimento humano: a socialização e a aprendizagem.

Segundo Edilânia Cardoso da Silva, especialista em pedagogia, e Sidneya Ferreira Lira, especialista em educação infantil, a estrutura física, a organização, a manutenção e a segurança da escola mostram muito sobre a vida que se desenvolve e as possibilidades de se utilizar os espaços disponíveis.

Quando o espaço de ensino é acolhedor e opta por escolhas que nem sempre são exatamente as tradicionais, o resultado tende a ser crianças mais interessadas e capazes de desenvolver a criatividade.

O papel do professor

As especialistas sugerem que os profissionais (professores, coordenadores e diretores) devem considerar o espaço físico como pedagógico e entender que nem só a sala de aula é adequada para o processo de aprendizagem que se desenvolve dentro da escola.

O objetivo é que a criança possa se sentir segura, ao mesmo tempo em que se desenvolve em um ambiente que proporciona o seu desenvolvimento cognitivo, afetivo e motor. Em outras palavras, aprender se torna um processo que faz sentido desde o início.

O professor precisa ter a preocupação de preparar esse espaço com objetivos claros e precisos. Ensinar é uma atividade contínua e os pequenos precisam sentir que existe uma relação de carinho, segurança e de reciprocidade. Vale lembrar que a criança também tem muito a mostrar.

“Como experiência própria, por falta de sala de aula propriamente na escola em que eu trabalhava, transformei a sombra de um abacateiro no lugar mais prazeroso para os meus alunos, enfim, era um ambiente totalmente acolhedor”, conta Sidneya.

ambiente escolar-doutissima-iStock getty images

O importante é criar um espaço em que o aluno se sinta acolhido. Foto: iStock, Getty Images

Benefícios de um ambiente escolar adequado

Segundo a especialista em educação infantil, a falta de material pedagógico e de um lugar adequado para as aulas pode afetar o desenvolvimento pedagógico, mas não pode impedir que o ensino aconteça.

Mesmo diante das dificuldades, é necessário visualizar alternativas para que os alunos sintam que são importantes – ao mesmo tempo que são desenvolvidas ações para buscar mudanças. A espontaneidade pode ser uma arma poderosa para chegar até lá.

Escolas mais carentes, que possuem limitações de mobiliário e espaço, podem criam ambientes acolhedores, basta criatividade e amor. Um lugar limpo, organizado, alegre e com boa iluminação também pode ser um ambiente escolar que favoreça a aprendizagem e o desempenho do professor.

O importante é criar uma escola que desperte a vontade da criança em voltar lá todos os dias. Por isso, o Plano Nacional de Educação, aprovado em 2000 após longos debates, prevê padrões mínimos de infra-estrutura para as instituições de educação infantil.

Iluminação, ventilação, rede elétrica, água potável e esgoto são alguns dos requisitos básicos, por exemplo. Também é preciso contar com espaço interno e externo que permita o desenvolvimento das diretrizes curriculares e metodologia de educação.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros