Beleza > Pele

5 óleos essenciais e suas vantagens para cada tipo de pele

Por Debora Stevaux 06/08/2018

Não é à toa que os óleos essenciais se tornaram os queridinhos de quem busca alternativas naturais e baratas para cuidar da pele. Os benefícios são inúmeros: algumas variações são capazes de reduzir a oleosidade, o envelhecimento, hidratar e até mesmo tratar acnes, marcas de expressão e inflamações como espinhas.

Os óleos essenciais representam uma alternativa mais barata e natural para cuidar da pele. Por isso, listamos, com a ajuda de uma especialista, seus principais benefícios de acordo com sua essência. (Foto: iStock)

No entanto, por serem altamente concentrados, é indicado que sejam diluídos, segundo as especificidades de cada um na hora de serem aplicados na pele. E para que você não fique confusa na hora de inserir algum tipo na sua rotina de beleza, contamos com a ajuda da terapeuta floral Marcia Rissato que reuniu as vantagens 5 tipos. Então, vamos lá?

Para além dos fios: Os benefícios e como usar o óleo de argan na pele

5 óleos essenciais e suas vantagens para cada tipo de pele

  • Óleo de gerânio

Eficiente na redução de manchas de cicatrizes, o óleo de gerânio também é eficiente no combate aos radicais livres causadores do envelhecimento. A sua aplicação auxilia na restauração do tom da pele. É indicado para pessoas que tenham pele seca, sem vitalidade e envelhecida. Seu uso regular aumenta o tônus e o brilho natural da pele. Ele ainda estimula a circulação sanguínea, que acontece logo abaixo da derme. “O óleo essencial de gerânio aumenta o fluxo sanguíneo e super hidrata a pele”, indica a especialista.

3 tipos de máscara facial caseira para você cuidar da pele sem gastar muito

  • Óleo de lavanda

O óleo de lavanda equilibra a oleosidade, e é indicado tanto para pacientes com problemas de pele seca e oleosa. Também pode ser usado no tratamento de acne, psoríase ou queimaduras e é um potente ativo contra o envelhecimento dermal. Suas propriedades tônicas, anti-inflamatórias, adstringentes e cicatrizantes são poderosíssimas e justificam sua recomendação e vários casos. “Também tem efeito calmante, por isso é usado sempre em alguns procedimentos estéticos como a limpeza de pele e a depilação”, esclarece Marcia.

7 tipos de argila e como inseri-los na sua rotina de cuidados com a pele

  • Óleo de palmarosa

Indicado para peles secas, com problemas de envelhecimento precoce ou flacidez, o óleo de palmarosa auxilia na manutenção dos tecidos. Isso porque suas propriedades mantêm o equilíbrio na hidratação e, consequentemente, conferem maior maciez à pele. Geralmente, pode ser usado também para evitar sintomas de desidratação, dermatite, estrias e na cicatrização de feridas.

Pasta de dente na espinha? 3 erros comuns no tratamento para acne

  • Óleo de patchouli

Possui propriedades regenerativas e hidratantes, o que justifica sua indicação para curar eczemas, dermatites, rugas e rachaduras. Também é indicado para quem deseja reduzir as marquinhas de expressão da pele devido aos seus aditivos rejuvenescedores.

Quais são os óleos essenciais e produtos de beleza adequados para cada signo?

  • Óleo de sândalo

O óleo de sândalo também pode ser usado no tratamento da pele acneica por ter propriedades antibacterianas, antifúngicas e antissépticas. Outro benefício é seu potencial de aumentar consideravelmente a luminosidade e a suavidade da derme do rosto.

Terçol no olho: Dormir com maquiagem pode favorecer o surgimento do problema?

 


Sites parceiros