Guia dos Dentes

Odontopediatra ensina dicas importantes para os dentes de leite do seu filho

Por Dra. Luciana R. Silveira das Neves 05/12/2013

20120815040023_dente-de-leite

Muitas mães me procuram com dúvidas sobre os denominados “dentes de leite” de seus filhos: quando eles vão erupcionar? Quando é necessário fazer a higiene da boquinha dos bebês e como fazê-la? Qual é a hora de procurar o profissional dentista para uma primeira consulta e por aí vai. Tais dúvidas são normais para todas as mães, principalmente as de primeira viagem. Mas aqui vão algumas dicas importantes:

3

Quanto à erupção:

– Alguns sintomas estão relacionados à erupção dos dentes decíduos como aumento da salivação, gengivas inchadas e avermelhadas sendo que, em alguns casos, os bebês podem apresentar irritabilidade.

– Já existem no mercado mordedores em gel que, quando levados à geladeira, ficam geladinhos e proporcionam um efeito anestésico dando conforto para o bebê. Para maior alívio quando os sintomas se tornam mais intenso, o profissional dentista pode prescrever uma pomada ou procedimento que surta o efeito desejado.

1Quanto à limpeza:

– Os dentes de leite erupcionam na cavidade oral por volta dos seis meses de vida do bebê, mas antes mesmo desta data é necessário fazer a limpeza da boquinha com gaze molhada com água filtrada para que a criança aceite mais tarde a escovinha de dentes. É muito importante fazer essa limpeza após cada mamada.

– Também é interessante após a erupção dos primeiros dentinhos procurar a ajuda de um especialista para mais informações sobre os cremes dentais e escovas ideais para cada tipo de criança. No mercado existem várias marcas e modelos e para uma melhor orientação e evitar gastos desnecessários a orientação especializada é o melhor caminho.

– A dieta também é muito importante nessa fase, pois ela influenciará  diretamente na saúde dos dentinhos dos pequenos. Dietas ricas em açúcar e o consumo diário de doces como balas, pirulitos, chocolates associada à má higiene bucal podem provocar a doença cárie levando a perda dental precoce.

2

Com isso o espaço no arco dental existente para que os dentes permanentes se acomodem fica comprometido levando ao que é conhecido como apinhamento dental (“dentes encavalados”).

É muito importante que as mães, pais ou o adulto responsável pela criança saibam que são eles os responsáveis pela escovação infantil. Até por volta dos 10 anos de idade a criança deverá ser supervisionada em todas as escovações. Nas crianças menores (6 meses a 7 anos) as escovações devem ser feitas somente pelos adultos, pois os mesmos ainda não possuem a coordenação motora adequada para realizar a correta escovação e podem também consumir uma grande quantidade de creme dental, o que é prejudicial para a saúde.

É claro que os pequenos devem sim praticar a escovação, mas sempre sem creme dental e com a presença de um adulto, tornando o momento lúdico e prazeroso para mais tarde possam realizar a escovação correta e sem traumas.

4

Dra. Luciana Rodrigues Silveira das Neves – CRO-MG 42249

Pós-Graduanda em Odontopediatria PUC-Minas

WWW.BHDENTE.COM.BR

AV.: Francisco Sales, 329 sala 405 Bairro Floresta Belo Horizonte MG

Telefone: (31) 3213-0859


Sites parceiros