Guia dos Dentes

Tire suas dúvidas sobre o clareamento dental a laser

Por Redação Doutíssima 22/10/2014

Um dos tratamentos estéticos mais procurados hoje em dia é o clareamento dental a laser. A busca por um sorriso branco e bonito, que acaba sendo prejudicado pelo excesso de corantes presentes na alimentação diária, tem levado milhares de pessoas aos consultórios odontológicos.

clareamento-dental-a-laser

Método é aplicado por dentistas para garantir dentes mais bonitos. Foto: iStock, Getty Images

Atualmente há dois tipos de clareamento dental: aquele que pode ser realizado em casa, desde que se sigam corretamente as orientações dadas pelo cirurgião-dentista, e aquele que é feito profissionalmente dentro do espaço odontológico.

 

Como é o clareamento dental a laser

 

Ao se optar pelo clareamento dental profissional, também conhecido como clareamento dental a laser, o dentista realizará o procedimento por meio das luzes halógenas, laser ou LED, de acordo com a avaliação clínica necessária.

 

No entanto, antes de se iniciar o processo, é necessário fazer uma documentação da cor dos dentes para que tanto paciente quanto dentista possam determinar o grau de eficácia do tratamento.

 

Além disto, é necessário realizar uma limpeza profissional antes do clareamento para que sejam removidas as manchas superficiais e o tártaro.

 

Proteção no clareamento dental a laser

 

Durante o clareamento dental a laser, o cirurgião-dentista utiliza um protetor gengival no paciente para que o gel clareador não entre em contato com as gengivas e os lábios – o produto utilizado no procedimento é cáustico e pode irritar ou danificar tecidos orais macios.

 

O mesmo cuidado é tomado com os olhos e bochechas. Normalmente é utilizado um retrator de bochechas juntamente com a barreira gengival, além de uma proteção ocular para proteger a visão do paciente.

 

Após os procedimentos de segurança, o especialista aplica o gel de clareamento dental na superfície dos dentes, o que produz uma concentração de moléculas branqueadoras que decompõe os compostos pigmentados que ficaram alojados no esmalte e na camada interna do dente.

 

Com o gel aplicado, é hora de o dentista usar o laser, luz halógena ou LED. Essa é a principal diferença do tratamento profissional em relação ao clareamento feito em casa: além da eficácia do gel, o laser também ajuda a garantir mais rapidez na busca por dentes mais claros.

 

O laser é aplicado sobre o gel para ativar o produto, o que aumenta o poder de clareamento do produto. Outro benefício do laser é que o seu uso diminui a sensibilidade dos dentes, um efeito colateral comum provocado pelo gel.

 

O clareamento dental a laser costuma ser realizado normalmente entre 60 e 90 minutos de consulta, dependendo das características do produto que é utilizado. Uma sessão pode consistir numa aplicação singular ou em múltiplas aplicações do peróxido de hidrogênio.

 

É normal que o paciente venha a sentir alguma  sensibilidade dentária durante o processo. Dependendo das circunstâncias, é possível diminuir o tempo de tratamento, concluindo o branqueamento mais cedo.

 

No final do tratamento, o gel utilizado no clareamento dental a laser é aspirado, sendo feita uma nova limpeza nos dentes. Por fim, são removidos a barreira dental e outros materiais de isolamento ou aparelhos de retração.

 

 


Sites parceiros