[the_ad_group id="16403"]
Guia do Câncer

Tumor do mediastino: entenda melhor o tipo de câncer que matou o ator Paulo Goulart

Por Redação Doutíssima 14/03/2014

Conhecido pelo trabalho no cinema, teatro e principalmente na televisão, Paulo Goulart, que lutava desde 2011 contra o câncer, faleceu por causa de um câncer.

paulo goulart

O Brasil inteiro se comoveu após a notícia da morte do ator Paulo Goulart, de 81 anos nesta quinta-feira (13) em São Paulo. Ele ficou conhecido em todo o país por seus diversos trabalhos tanto no cinema quanto no teatro e na televisão. Há quase três anos o ator vinha lutando contra um câncer, mas não resistiu. Ele estava internado desde o começo do mês de fevereiro no Hospital São José, na capital paulista.

Foi em 2011 que os médicos descobriram um tumor nos rins de Paulo Goulart, quando ele passou por uma cirurgia. A partir daí, foi internado diversas vezes, passando por um tratamento intensivo para tentar fazer com que a doença recuasse. Mas, infelizmente, isso não aconteceu. O câncer se espalhou e acabou por colocar fim à vida de um homem brilhante, que deixará saudades no povo brasileiro.

Nos últimos dias a tentativa dos médicos era para tentar conter o avanço dos tumores do mediastino do ator, o que não foi possível dada a gravidade e o estagio avançado da doença.

Saiba o que são tumores do mediastino?

paulo goulartÉ chamado de mediastino um espaço existente entre os dois pulmões, responsável por das sustentação à estruturas como o esôfago, a traqueia, o coração, o timo e uma parte do s sistemas nervoso e linfático, sendo dividido em três partes (mediastino anterior, mediastino posterior e mediastino médio). Neste caso, um tumor do mediastino é considerado um crescimento celular acima do normal em qualquer destas regiões.

Ao todo, mais de 30 doenças podem ser consideradas tumores do mediastino, o que leva os especialistas a afirmarem que não há uma causa única. De toda forma, os casos mais comuns são aqueles que decorrem de uma metástase a partir de outra parte do corpo, como no caso de Paulo Goulart, que já havia tratado de um tumor nos rins.

Os especialistas chamam a atenção para a necessidade de que as pessoas façam consultas periódicas ao médico de confiança, para que sejam realizados exames preventivos. Quanto antes for constatado um tumor, seja ele em qualquer parte do corpo, maiores serão as chances de cura. Os principais exames que podem detectar os tumores do mediastino são a tomografia computadorizada do tórax, a radiografia torácica, a ressonância magnética e o PET scan (tomografia que aponta contrastes em áreas afetadas por tumores). Os médicos também podem solicitar uma biópsia para avaliar a gravidade do tumor.

 

Fórum de Discussão Doutíssma tem como objetivo propiciar o compartilhamento e troca de experiências entre os usuários, além de ser fonte para a busca de informações e esclarecimentos de dúvidas sobre: SaúdeBelezaFitnessNutriçãoGravidezFilhos e Psicologia..

Clique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Vitamina C injetável ajuda no tratamento do câncer

6 alimentos que aumentam os riscos do câncer

Você acha que há vida depois do câncer?

Confira os sinais de Câncer de pele

O que é e como funciona a quimioterapia

Quais são os efeitos colaterais da quimioterapia?

O que um oncologista aprendeu com seus pacientes que têm câncer


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]