[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral > Tabagismo

Malefícios do cigarro: saiba mais sobre os problemas que o tabagismo pode causar para a sua saúde

Por Redação Doutíssima 12/04/2014

Que fumar faz muito mal, todo mundo sabe. Mas o que você vai descobrir agora são os reais malefícios do cigarro e o que acontece dentro do seu corpo quando você fuma.

 malefícios do cigarro

Os malefícios do cigarro: por que ocorrem?

Quando você fuma, a sua pressão arterial aumenta cerca de 15%. Pressão arterial elevada significa aumento do risco de ataque cardíaco. O sangue também sofre com os malefícios do cigarro, pois o monóxido de carbono (CO) é criado e ingerido, fazendo com que fumantes possuam cerca de 4 a 15 vezes mais CO no organismo. E o pior de tudo é que faz menos mal fumar do que ficar inalando a fumaça que sai do cigarro, ou seja, os fumantes chamados passivos são ainda mais prejudicados se expostos com muita frequência à fumaça. Esse ar tem 3 vezes mais nicotina, de 3 a 8 vezes mais monóxido de carbono e 47 vezes mais amônia do que o que entra no corpo do fumante passando pelo filtro.

 

Doenças e malefícios do cigarro

Mais especificamente, o tabagismo é responsável por causar inúmeras doenças graves que podem até levar à morte.

Entre elas, estão:

 

Câncer de pulmão

Apenas 20% dos casos são agressivos e tratados com quimio ou radioterapia. Já os outros 80% podem ser operados. Entre os sintomas da doença estão tosse, catarro, falta de ar e muita dor se o tumor estiver próximo à parede torácica.

 

Câncer de laringe

O tratamento mais comum para esse câncer é a laringectomia, que obriga o paciente a respirar por uma cânula. Os principais sintomas são rouquidão, sangramento e perda da voz.

 

malefícios do cigarroPneumonia

Para se defender do cigarro, o pulmão produz muito muco, o que exige toda sua capacidade imunológica. As secreções viram um prato cheio para bactérias, como a Streptococcus pneumoniae, principal causadora da pneumonia.

 

Sinusite

As glicoproteínas presentes no cigarro inflamam as mucosas do rosto. São as alterações na produção de muco que levam a infecções e provocam a dor típica da doença.

 

Asma

A acetona do cigarro inflama os brônquios. Para evitar que mais substâncias tóxicas invadam o corpo, o pulmão aciona um mecanismo de defesa e diminui o fluxo de ar. Daí surge a crise asmática e a sensação de sufocamento.

 

Necrose

A falta de oxigênio leva à necrose. O aspecto mumificado de partes do corpo é a solução encontrada pelo organismo para os tecidos necrosados não infeccionarem.

 

Gangrena

Quando os malefícios do cigarro estão ligados à falta de oxigenização, que ocorrem em lugares periféricos do corpo, como pés e mãos, às vezes a amputação é a única solução possível.

 

Impotência

Para que ocorra uma ereção, é necessário um intenso fluxo sanguíneo na região peniana – o que a nicotina não permite. A boa notícia é que isso só acontece a longo prazo, e depende da vulnerabilidade de cada um.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Parar de fumar

Como parar de fumar: mudança comportamental

Conheça os problemas dentários causados pelo tabaco e pare de fumar!

10 dicas importantes para parar de fumar

Tabagismo: conheça as substâncias do cigarro que são nocivas para a saúde

Cigarro te deixa feio: Atenção aos perigos do tabaco para o seu corpo

Mulher tem pernas amputadas por causa do cigarro


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]