[the_ad_group id="16403"]
Especialidades

Musculação para as partes íntimas pode trazer benefícios às mulheres. Descubra!

Por Redação Doutíssima 15/06/2014

A musculação para as partes íntimas perde, cada vez mais, a posição de tabu e se revela uma boa opção para mulheres que desejam fortalecer os músculos de sua vagina. Entre os benefícios da prática, estão o aumento do prazer, a prevenção da incontinência urinária e o combate a diversos problemas de saúde ligados aos dispositivos sexuais da mulher. Quer saber mais sobre essa prática? Vamos descobrir agora um pouquinho sobre a musculação para as partes íntimas da mulher.

O que é a musculação para as partes íntimas

Contração vaginal, levantamento de pesos e eletroestimulação estão entre as alternativas que compreendem a musculação para as partes íntimas da mulher.

musculação para as partes íntimas

Superando tabus, mulheres podem fortalecer os músculos da vagina com exercícios. Foto: Shutterstock

Todos esses processos devem ter a indicação e a orientação de um profissional da área ginecológica. Há casos, por exemplo, em que essa musculação vaginal não é indicada. Mulheres grávidas, obesas e idosas devem cercar-se de ainda maior cautela ao iniciar procedimentos desse tipo.

Orientação profissional

Segundo os especialistas, o trabalho de musculação para as partes íntimas é similar ao processo de interromper a urina. Não existem especificações de quantidade ideal de repetições, pois isso depende de cada paciente.

Assim como em uma academia, que conta com monitoramento de instrutores e professores de educação física, qualquer exercício muscular na região do períneo deve ser iniciada apenas após consulta com um profissional da área.

Exercícios de musculação para as partes íntimas

Há todo um aparato que pode auxiliar no fortalecimento da musculatura vaginal. O biofeedback pode ser utilizado para que se monitore com precisão a contração muscular. Nesse caso, uma sonda é introduzida na vagina para captar a contração realizada e determinar, pelo computador, a força despendida no processo.

Uma outra opção é a eletroestimulação vaginal, que se constituiu de uma sonda que emite correntes elétricas para casos de pacientes que apresentam incontinência urinária. O dispositivo emite pequenos choques dentro da vagina, que se contrai a cada pulso. Os pulsos elétricos também podem ser usados para o fortalecimento do ânus, em pacientes que têm incontinência fecal.

Entre os principais acessórios da musculação para as partes íntimas, estão os cones vaginais. Esses cones são dispositivos com pesos, os quais são introduzidos na vagina a fim de fortalecer os músculos da região.

10 razões para a musculação para as partes íntimas

No início de 2014, um vídeo na internet chamou a atenção para o assunto. Intitulado (em inglês) “10 razões para levantar peso com sua vagina”, o vídeo da instrutora sexual Kim Anami prometeu a promessa e listou razões convincentes para a prática. Quer saber quais são elas? Confira abaixo o que leva Kim Anami a recomendar a musculação para as partes íntimas:

  1. Flexão do músculo sem peso não funciona.
  2. Intensifique seu orgasmo.
  3. Você pode bater recorde de peso levantado.
  4. Intensifique o orgasmo do seu parceiro.
  5. Seja a alegria da festa (é preciso assistir para entender).
  6. O poder está em suas mãos (durante o sexo).
  7. Controle o seu parceiro com essa nova habilidade.
  8. Transforme-se em uma super-heroína.
  9. Aumente a sua libido.
  10. Potes de picles não são mais um problema.

É mais fácil entender os motivos acima ao assistir ao vídeo.

Cirurgia

Caso a musculação não resolva o problema, é possível recorrer a uma medida mais drástica e invasiva. A cirurgia pode corrigir a anatomia do aparelho e recuperar a plenitude da função do órgão.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

Camisinha que vibra – conheça a novidade que vai balançar o seu relacionamento

Camisinhas diferentes podem ser uma boa opção para sair da rotina com o seu parceiro. 

Bill gates investe na camisinha do futuro

Qual o momento certo de parar de usar a camisinha com o seu parceiro(a)?

Conheça os tipos de camisinha que dão mais prazer

Etiqueta do sexo: como fazer sexo oral sem tabu

Saiba tudo sobre a AIDS: causas, sintomas e tratamento


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]