A recuperação da abdominoplastia acontece em aproximadamente 60 dias após a cirurgia, se não houver complicações. A cirurgia plástica é bastante utilizada em casos de flacidez na barriga e no combate à gordura localizada.

Início da recuperação da abdominoplastia

Durante os 60 dias de recuperação da abdominoplastia, normalmente, ocorre dor e inchaço, comumente amenizados com a administração de analgésicos e com o uso da cinta modeladora. Aconselha-se a fazer drenagem linfática manual dia sim e dia não, durante pelo menos 20 sessões.

Na recuperação da abdominoplastia é indicado fazer a drenagem linfática manual. Foto: Shutterstock
Na recuperação da abdominoplastia é indicado fazer a drenagem linfática manual. Foto: Shutterstock

Ainda nos primeiros 15 dias, o paciente não conseguirá esticar o tronco, e ficará ligeiramente curvado para frente a fim de evitar a reabertura dos pontos. Durante o pós-operatório na recuperação da abdominoplastia, deve cuidar para se alimentar corretamente, fazer uso da cinta modeladora a todo o tempo e retirá-la somente para o banho.

Uso da cinta na recuperação da abdominoplastia

Uma vez que a recuperação da abdomoplastia prevê o uso da cinta modeladora, só se deve retirá-la para o banho ou para a limpeza da cicatriz. Ela deve ser reposta após cada procedimento, sempre com muito cuidado. A cinta pressionará a região abdominal, proporcionando maior conforto e facilitando os movimentos. Além disso, ela evitará o acúmulo do seroma.

A cinta deve ser usada desde o dia da operação e durante a maior parte da recuperação da abdominoplastia, até, aproximadamente, 45 dias do pós-operatório. Nesta fase, é normal sentir dores. Por isso, sugere-se recorrer a analgésicos, como, por exemplo, o paracetamol. Já para facilitar a ida ao banheiro, aconselha-se tomar suplementos à base de fibras.

Tratamentos na recuperação da abdominoplastia

Nos primeiros meses da recuperação da abdominoplastia, pode ser necessário recorrer a outros tratamentos estéticos, como a lipocavitação, com o objetivo de melhores os resultados da cirurgia, caso ainda haja alguma imperfeição.

Conhecer a espessura exata da gordura que reveste a área do corpo a ser retirada é outro fator importante para saber qual a possibilidade de tratamento. Cabe lembrar que o resultado do procedimento não está relacionado à quantidade de quilos retirados, mas às proporções do abdômen comparadas com o corpo.

O que se sabe é que, quanto menor for a retirada necessária, melhor tende a ser o resultado do procedimento e, também, a recuperação da abdominoplastia. Um exemplo disso são as mulheres que passaram por uma gravidez. Em casos de pacientes acima do peso, é comum que o resultado seja avaliado como satisfatório, proporcional ao restante do corpo.

Rotina após a recuperação da abdominoplastia

Na recuperação da abdominoplastia, aos poucos, as atividades de rotina poderão ser retomadas, mas sugere-se evitar levantar os braços acima da linha do ombro no primeiro mês. Também é recomendado evitar esticar o abdômen, sempre respeitando o limite da dor.

Estima-se que a recuperação da abdominoplastia possibilite a volta ao trabalho após 10 ou 15 dias depois da cirurgia. O retorno à prática de exercícios físicos deve acontecer cerca de 2 meses depois, através de exercícios muito leves e sempre acompanhados por um profissional educador físico.

As atividades vão sendo retomadas durante a recuperação da abdominoplastia desde que não ocorra dor ou incômodo. Deve-se estar atento a situações como a presença de febre, saída de líquido, muitas dores (que não se consegue amenizar com analgésicos) e inchaço geral, que podem indicar que algo mais grave está acontecendo.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Os riscos da cirurgia plástica

Cirurgia plástica: mitos e verdades

Como funciona a cirurgia plástica pós parto

Cirurgia plástica: médico explica a responsabilidade do cirurgião plástica

As vantagens de fazer cirurgia plástica no inverno

Silicone melhora sua vida sexual. Você acredita?

Silicone: boa ou má? Cirurgião Plástico tira todas as suas dúvidas


DEIXE UMA RESPOSTA