Especialidades

Constipação: Saiba diferenciar ela de outras doenças respiratórias

Por Redação Doutíssima 29/10/2014

Muito facilmente confundida com gripes e resfriados, a constipação é diferente dessas doenças principalmente por ser mais fraca e de menor duração. É causada por um vírus que infecta as vias respiratórias, sendo transmitida através do contato com outras pessoas infectadas, pela coriza, espirros, secreção nasal ou catarro.

constipacao

Infecção é geralmente confundida com gripes e resfriados. Foto: iStock, Getty Images

Também conhecida como rinofaringite (devido à sua causa ser, em grande parte, originária do vírus Rhinovirus), esse tipo de infecção tem como sintomas: coceira e vermelhidão do nariz, espirros, olhos lacrimejantes, corrimento no nariz, entupimento nasal, dificuldade de respiração, tosse, dor de garganta, febre baixa e dor de cabeça.

 

A constipação afeta qualquer faixa etária, de crianças a idosos. Devido à menor imunidade em alguns grupos específicos, é mais recorrente em crianças de até 5 anos, fumantes, asmáticos e pessoas que já apresentam problemas respiratórios, como sinusite e bronquite.

 

Geralmente, a doença dura de 3 a 5 dias. Porém, nos períodos de frio, como outono e inverno, pode durar por tempo maior, de até uma semana.

 

O diagnóstico é feito através de uma avaliação do paciente e seu histórico. Não é necessário realizar exames, sendo a percepção dos sintomas por parte de um médico a principal forma de verificar a doença.

 

Vírus que provocam a constipação são diferentes do da gripe

 

Outro diferencial entre a constipação, a gripe e o resfriado é o vírus causador de cada enfermidade. No caso da gripe, o vírus Influenza é o agente. O resfriado, bastante semelhante, é causado por tipos diferentes de vírus.

 

Entre os diferenciais, estão: a sensação de inchaço na garganta e dor ao engolir – que, na gripe, pode não aparecer, o corrimento nasal mais líquido e de cor mais clara, sendo na gripe espesso e amarelo, e a lacrimação, que na gripe quase não ocorre.

 

Além desses sintomas, a febre na pessoa constipada é leve e rápida, enquanto na gripe é mais elevada e duradoura.

 

Cura da constipação é espontânea

 

Os sintomas da constipação podem ser atenuados, mas por ser uma doença contagiosa de caráter leve, ela dura pouco tempo e é curada de forma espontânea.

 

Não há medicamentos específicos, sendo indicados o repouso, ingestão de água e chás, pouca exposição às mudanças de temperatura e, quando apresentando dor de cabeça, o uso de antigripal ou analgésico.

 

Não existe vacina, já que as causas são variadas. Os antibióticos também são ineficazes no tratamento desse tipo de infecção, já que a causa não é proveniente de bactérias. No caso dos bebês, é indicado consultar um pediatra para um diagnóstico correto e administração de cuidados específicos.

 

Por ser transmitida pelo contágio com pessoas já infectadas, a constipação pode ser evitada através de cuidados no dia a dia.

 

Circular por ambientes arejados, não compartilhar materiais como talheres, copos e outros de uso pessoal, lavar as mãos com frequência, virar o rosto para espirrar ou tossir e evitar contato muito próximo com as pessoas que apresentam os sinais da infecção são formas simples e eficazes na hora de prevenir.

 

 


Sites parceiros