Gestante

Veja quais são os principais cuidados com os seios na gravidez

Por Redação Doutíssima 18/11/2014

O corpo da mulher se prepara de diversas formas para receber um bebê. O organismo vai mudando e até mesmo a aparência feminina se adapta de acordo com as necessidades da criança que está chegando. Uma das diferenças mais percebidas está nos seios na gravidez.

Devido à amamentação, várias transformações vão acontecendo até a hora do nascimento. Alguns cuidados são essenciais para prevenir prejuízos à pele e, também, à saúde da mulher e do bebê.

seios-na-gravidez

Estrias e dores são comuns nos seios durante o período de gestação. Foto: iStock, Getty Images

Estrias são comuns nos seios na gravidez, mas podem ser evitadas

Apesar de não existirem remédios nem tratamentos capazes de eliminar estrias ou a flacidez da pele, alguns hidratantes, óleos e cremes podem auxiliar a prevenir e reduzir a aparência desses que são alguns dos problemas mais recorrentes nos seios na gravidez.

Recomenda-se sempre consultar um ginecologista ou obstetra para indicar o melhor produto para cada tipo de pele e próprios para mulheres grávidas.

Um dos grandes vilões para o aparecimento das estrias é o ganho de peso. Médicos dizem que o ideal é que a mulher ganhe de 9 a 12 quilos durante a gestação. Quando engorda excessivamente, a pele estica demais, favorecendo a flacidez da pele dos seios na gravidez. Quanto menos peso ganhar, menos estrias e flacidez a mulher pode ter.

Cuidados devido ao aumento de seios na gravidez

Os seios são também uma das partes do corpo da gestante que mais crescem. Eles podem pesar até 600 gramas a mais durante a amamentação. Isso acontece porque os hormônios prolactina, estrogênio e progesterona começam a provocar a hipertrofia das glândulas da mama, fazendo com que cresçam os seios na gravidez.

Nessa época, os seios podem ressecar e as estrias aparecem. Por isso, a utilização de sutiãs adequados e a hidratação constante são importantes para que as fibras de colágeno e elastina não se rompam. Durante a amamentação, os seios ficam firmes, porém tendem a ficarem flácidos após o processo.

A idade e a frequência na prática de exercícios físicos também influenciam o cuidado dos seios. Mulheres com menos de 30 anos produzem menos colágeno, fazendo com que os seios fiquem mais flácidos que em mulheres com mais idade.

Uso de hidratantes para os seios na gravidez requer atenção

Algumas substâncias contidas em hidratantes corporais podem ser prejudiciais para as gestantes e os bebês. Muitos cremes contém em sua composição a ureia, que é um potente hidratante, mas pode prejudicar o desenvolvimento saudável do bebê.

Médicos costumam recomendar produtos que contenham em sua fórmula substâncias como os óleos de prímula, amêndoas doces, macadâmia, avelã e ceramidas, além de gérmen de trigo, que são bastante eficientes na prevenção das estrias e hidratação da pele dos seios na gravidez.

Os produtos para hidratar os seios devem ser utilizados desde o início da gestação, como forma de prevenir a formação de estrias e aumentar a elasticidade da pele. É importante, no entanto, sempre consultar um médico que pode indicar produtos de acordo com cada mulher. É recomendável também não aplicar os hidratantes nos mamilos e na aréola dos seios, já que são as regiões nas quais o bebê tem contato com a boca.

 

 


Sites parceiros