[the_ad_group id="16401"]
Gestante

Dieta para grávidas: Fique linda e saudável durante a gravidez

Por Dra. Juliana Rossi Di Croce 19/11/2014

A gestação pode ser uma grande oportunidade para começar uma dieta pra grávidas. Aliado a mudanças alimentares, este fator é imprescindível para o desenvolvimento pleno do bebê na vida intrauterina, após nascimento e ao longo de toda vida adulta. Uma grávida saudável é sinônimo de um bêbe cheio de saúde. 

 

dieta para gravidas

foto: shutterstock

 

 

Com uma dieta balanceada, a futura mamãe poderá garantir um aumento de peso de forma saudável, evitar hipertensão, diabetes gestacional, problemas gastrointestinais, alergias, enfraquecimento do sistema imune, queda de energia e outras intercorrências.

 

Porém é também fundamental que a dieta para grávidas seja feita de forma personalizada, levando em consideração vários fatores como: Idade da mãe, número de gestações, histórico da mãe e familiares, peso pré-gestacional, sinais e sintomas ocorrentes, uso de medicações e suplementações alimentares, nível de atividade, entre outros. Desta maneira podem-se potencializar todos os benefícios de uma alimentação saudável para mãe e filho.

 

Estes alimentos listados a seguir devem estar presentes de uma maneira geral na dieta para grávidas, com as devidas ressalvas a quem apresentar sinais de intolerância ou alergia a algum deles.

 

Principais nutrientes na gestação e alimentos fontes:

 

Cereais integrais: São ricos em fibras, vitaminas do complexo B que além de auxiliarem na formação neurológica do feto, contribuem para a boa forma da mãe. Por serem ricos em fibras, controlam a ansiedade e fornecem energia.

 

Frutas, Verduras e Legumes: Fonte de frutose (açúcar da fruta), fibras, água, vitaminas e minerais, as frutas são essenciais para garantir funcionamento regular do organismo da mãe, melhorar o trânsito intestinal, fortalecer o sistema imunológico, ser antioxidante, e, o melhor de tudo é que estes benefícios se repassam ao bebê.

 

Grãos, vegetais verdes escuros: São fontes de ácido fólico, cálcio, antioxidantes, vitaminas do complexo B. É fundamental no desenvolvimento do tubo neural do feto principalmente no primeiro trimestre de gestação. Além destes benefícios para o bebê, os grãos (feijão, soja, ervilha, lentilha) possuem triptofano, um aminoácido que ajuda a regular a ansiedade evitando a compulsão alimentar e dando maior sensação de relaxamento e saciedade. Eles são então, um ótimo aliado na dieta para grávidas.

 

Leite e derivados: O cálcio é essencial para o feto no desenvolvimento da parte óssea e estrutural. São alimentos proteicos que oferecem maior saciedade, aceleram o metabolismo e ajuda manter a boa forma da gestante. Opte sempre pelas versões desnatadas e/ ou de soja (leite de soja, tofu).

 

Peixes, sementes oleaginosas: Ricos em ômega-3, o salmão, sardinha, castanhas, linhaça, azeite de oliva são poderosos antioxidantes que auxilia no fortalece o sistema imunológico, previne o envelhecimento celular, permite uma melhor transmissão de impulsos nervosos. Para o feto é muito importante para a formação de células e do funcionamento neurológico. Pode ajudar a manter a boa forma da mãe uma vez que este tipo de ácido graxo oferece mais saciedade, ajuda na hidratação e modula os impulsos nervosos.

 

 

dieta para grávidas

foto: shutterstock

 

Alimentos que devem ser evitados na dieta para grávidas:

 

Café, bebidas alcoólicas, açúcar refinado, adoçantes (exceto sucralose, estévia e agave), peixes crus, carnes cruas, embutidos, refrigerantes, alimentos refinados (pães, bolachas, salgadinhos), caldos concentrados e condimentos industrializados, sucos em pó, preparações que tenham conservantes e corantes artificiais (balas, gelatinas, chicletes, coberturas), doces, alimentos com gorduras saturadas e trans, inclusive frituras.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]