[the_ad_group id="16403"]
Medicina Alternativa

Conheça os benefícios medicinais da beladona

Por Redação Doutíssima 25/12/2014

A beladona é um pequeno arbusto cujas flores possuem uma beleza fora do comum – prova disso é que seu nome tem origem italiana e significa bela (bella) mulher (dona). Reza a lenda que, como a planta possui o poder de paralisar a atividade da íris, as mulheres aplicavam-na nos olhos para manter a íris aberta e, assim, realçar seus atributos estéticos.

Saiba mais sobre a beladona

No entanto, não é apenas sua beleza estonteante que faz dela uma planta que mereça nossa atenção. Realmente, a beladona é considerada uma planta medicinal repleta de propriedades medicinais, sendo utilizada há vários séculos para tratar diversas condições de saúde.

beladona

Beladona é uma planta medicinal que deve ser usada com moderação. Foto: iStock, Getty Images

Em contrapartida, é preciso ficar atento porque a planta é considerada também uma das mais tóxicas que existem – dois e a cinco frutos dela, por exemplo, são capazes de matar uma pessoa adulta, e a ingestão das folhas também é bastante perigosa. Não são poucos os efeitos colaterais relatados após o uso desse remédio natural: dilatação das pupilas, visão borrada, taquicardia, dor de cabeça, irritação da pele, retenção de líquidos, dentre outros.

Abaixo listamos os principais benefícios medicinais da planta, mas é importante, que antes de iniciar qualquer tratamento utilizando-a, você consulte um médico. Lembre-se que uma sobredosagem pode até ser fatal.

Benefícios da beladona

Sistema nervoso

Em razão de suas propriedades sedantes sobre o sistema nervoso, a beladona é utilizada para tratar casos que envolvem neuralgias e epilepsias. Além disso, consegue diminuir o nível de secreção das mucosas por todo o organismo, trazendo benefícios para os aparelhos respiratório, digestivo e urinário.

Digestão

A planta é um excelente sedante, e por isso trata com bastante eficiência algumas condições do sistema digestivo, como os casos de gastrite, hiperacidez estomacal e até mesmo úlceras. Consegue reduzir náuseas e, por consequência, também o vômito.

Não bastassem todos esses benefícios, a essa erva possui propriedades que atuam em casos de infecções estomacais, como as cólicas biliares e os espasmos anais e vesiculares.

Tosse

Uma das propriedades da beladona é a expectorante e, por isso, ela é capaz de reduzir a secreção das mucosas dos brônquios, sendo recomendada para certos casos de tosse e também para tratamentos contra a asma.

Dores em geral

É possível a utilização da planta na forma de pomada para a redução de dores. Nesse caso, basta aplicá-la sobre a pele para o diminuir a dor existente nas articulações, nas pernas ou até mesmo nos nervos.

Outros benefícios

Além desses benefícios mais específicos acima listados, a beladona também possui outros usos, bastante importantes e conhecidos. Ela ajuda, por exemplo, na diminuição da dor de cabeça, principalmente daquela que tenha origem vasomotora e que esteja acompanhada de vermelhidão no rosto.

Também é uma ótima opção para as queimaduras de primeiro grau que escurecem os tecidos cutâneos, ou quando esse escurecimento decorra da exposição ao sol. Por fim, é um excelente remédio para tratar lesões na pele específicas de pessoas que se expõem a aparelhos de raio-X ou até mesmo agentes radioativos.

Lembre-se, porém, que antes de usar a beladona você deve consultar um médio. Não é recomendável usá-la sem essa orientação, já que é uma planta bastante tóxica e que, dependendo da quantidade, pode inclusive levar à morte.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]