[the_ad_group id="16401"]
Medicina Alternativa

Conheça os benefícios medicinais da hortelã-gorda

Por Redação Doutíssima 25/12/2014

Muita gente está familiarizada com os benefícios medicinais da hortelã. Mas existe também uma variedade dessa planta, não é tão popular, mas que também possui propriedades curativas bastante interessantes: a hortelã-gorda. Ela possui ação antibacteriana, expectorante, antifebril, anti-inflamatória e antisséptica bucal e da garganta, antitussígena, balsâmica, béquica, diaforética e peitoral.

hortela-gorda

Hortelã-gorda é ótima para tratar gripes e resfriados. Foto: iStock, Getty Images

Essa planta ganha outros nomes, de acordo com o local, como hortelã-da-folha-grossa, hortelã-da-folha-graúda, borage, hortelã-da-bahia, malva-do-reino, malva-de-cheiro, malvaísco, malcariço, malva-santa e hortelã-grossa, entre outras.

Benefícios da hortelã-gorda

Ela é muito utilizada em casos de tosse, bronquite e inflamação da boca e da garganta, além de ser bastante aproveitada para tratamentos contra catarro, dor de ouvido, dor de cabeça, inflamação no colo do útero, febre e bronquite.

Seu aroma forte funciona como pesticida natural e, plantada no quintal ou até mesmo em vasos dentro de casa, pode ser utilizada para espantar ratos. Ela também é bastante usada na culinária nordestina, como tempero para o preparo do caldo de charque, prato tradicional.

Ao utilizar as folhas frescas da hortelã-gorda é possível usufruir de seus princípios ativos, como mucilagens, óleo essencial rico em timol, carvacrol, cariofileno, bergamoteno, a-humuleno, cumeno e a-terpineol. Assim, pode ser uma grande aliada nos tratamentos de asma, bronquite, coriza, dor de ouvido, epistaxe, gripe, hemoptise, hipertermia, pirexia, rouquidão.

Como usar a hortelã-gorda

A hortelã-gorda pode ser utilizada de diferentes maneiras, dependendo de qual o tratamento que será aplicado. Veja a seguir algumas das principais formas de uso medicinal dessa planta.

Para tratar tosse ou dor de garganta

Prepare um xarope, aquecendo diretamente em uma panela ou caneca de 30 a 40 folhas frescas de hortelã-gorda intercaladas em camadas com um copo de açúcar. Mantenha esse procedimento até obter uma mistura líquida, na qual pode ser acrescentada meia xícara das folhas picadas, o que irá intensificar sua eficácia. Esse xarope deve ser consumido na dose de uma ou duas colheres de sopa três vezes ao dia.

Para tratar resfriados, gripes, tosses com catarro e bronquite

Nesse caso, o ideal é preparar uma infusão com as folhas de hortelã-gorda. Misture cinco gramas de folhas frescas e uma xícara de água fervente, cubra e deixe descansar por 10 minutos. Esse chá deve ser consumido três vezes ao dia. Bochecho e gargarejo com essa infusão também são indicados nos casos de resfriados, gripes, tosses com catarro e bronquite. Faça esse método de duas a três vezes por dia.

Pode-se utilizar um xarope também, bastante eficaz nesses casos. Para o preparo, utilize 200 g de hortelã-gorda, um litro de água e 1,8 kg de açúcar ou rapadura. Misture tudo e deixe engrossar. Para adultos, é recomendado consumir uma colher de sopa, três vezes ao dia. Já nos casos de crianças com esses males, administre uma colher de chá, três vezes ao dia.

Se preferir, faça inalação, utilizando de cinco a oito folhas frescas de hortelã-gorda em meio litro de água. Faça essa inalação no mínimo três vezes ao dia.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]