[the_ad_group id="16403"]
Estética

Seios caídos podem ter origem em maus hábitos

Por Redação Doutíssima 09/04/2015

Toda a mulher sabe que, com a idade, os seios caídos podem se tornar algo inevitável. Infelizmente, o tecido mamário envelhece dois a três anos mais rápido em comparação com o resto do corpo, como revelado por um estudo publicado na revista Genome Biology.

 

Entretanto, com alguns cuidados essenciais, é possível evitar que os seios caídos ocorram prematuramente. Quer saber como?

seios-caidos

Fatores genéticos e hábitos inadequados podem resultar em seios caídos. Fotos: iStock, Getty Images

Atitudes que causam seios caídos

Ter um bebê, sofrer com o efeito sanfona e envelhecer são fatores normais capazes de causar maior flacidez nas mamas, mas alguns outros hábitos e o seu estilo de vida também podem levar a seios caídos mais rápido do que deveria. Felizmente, é possível mudar a maioria deles para manter seu corpo em forma e envelhecer no tempo certo. Confira.

1. Usar sutiã do tamanho errado

seios caidos

Esse hábito é mais comum do que você pensa. Muitos sutiãs são feitos de materiais flexíveis, e ao longo do tempo, devido ao desgaste normal, eles acabam esticando. Ocorre que o objetivo principal do sutiã é dar apoio aos seios e, por isso, vestir um mal ajustado contribui para a flacidez da mama.

Além disso, você deve usar um tamanho de sutiã adequado ao da sua mama. Estima-se que cerca de 80% das mulheres vestem sutiãs sem o ajuste perfeito. É necessário, ainda, usar um sutiã esportivo para manter tudo no lugar enquanto você se exercita, especialmente em exercícios de alto impacto.

2. Fumar

seios-caidos

O cirurgião plástico britânico Brian Rinker estudou 132 mulheres americanas, todas com  30 e poucos anos, candidatas a procedimentos de elevação dos seios. Ele descobriu que a amamentação não estava associada aos seios caídos, mas o fumo sim.

De acordo com os resultados dos estudos, fumar decompõe a elastina, as fibras de proteína da pele e que lhe conferem a firmeza e a elasticidade. Fumar também causa danos na pele da mama da mesma forma que faz com o rosto, privando-a de oxigênio e nutrientes.

3. Não manter um peso ideal

seios-caidos 

Ter uma dieta equilibrada é muito importante para a saúde dos seus seios. As dietas restritivas, que fazem você perder peso rapidamente, apenas colocam mais pressão sobre o tecido da pele. Por isso, perder e ganhar peso repetidamente te deixa com os seios caídos.

O tecido da pele estica para acomodar o aumento de peso, mas não consegue voltar imediatamente ao tamanho normal quando o peso diminui novamente. Portanto, tente manter um peso estável e uma nutrição adequada de uma forma saudável e sustentável.

 

Outros hábitos que causam seios caídos

Além das atitudes já expostas, existem mais duas que podem fazer os seios ficarem flácidos.

 

1. Não se proteger do sol

seios-caidos 

Os seios, e os decotes em particular, queimam-se mais facilmente e sofrem com raios UV do sol. E não há dúvida que isso danifica a pele, tornando-a mais suscetível a rugas e ao envelhecimento precoce.

Proteger a pele, portanto, é fundamental. Ainda que isso possa ser feito com roupas, utilizar protetor solar nos seios é um método mais seguro para protegê-los dos efeitos do sol.

2. Ter uma má postura

seios-caidos 

Surpreendentemente, a má postura causa não só dores no corpo, mas pode afetar causar as mamas longo prazo. Certifique-se de manter a sua postura ereta sempre que possível, tanto para proteger a sua coluna quanto os seus seios.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]