Estética

Creme depilatório: veja cuidados para não irritar a pele

Por Redação Doutíssima 20/08/2015

A depilação já se tornou um hábito rotineiro no universo feminino, tanto pela questão higiênica, quanto pela estética ou, até mesmo, pelo prazer sexual. Mas a forma como o processo é feito varia. Além da cera e da lâmina, o creme depilatório surge como alternativa para a eliminação prática e indolor dos temidos pelos.

Percebendo o grande número de mulheres adeptas da retirada dos folículos, pesquisadores da Universidade de Indiana (EUA) conduziram, em 2013, um estudo envolvendo 2.451 mulheres. O resultado apontou que  87,7% das entrevistadas removem totalmente ou parcialmente os pelos pubianos. Mas qual é o melhor método para uma depilação eficaz?

creme depilatório

Creme depilatório remove os pelos de uma maneira indolor e prática. Foto: iStock, Getty Images

 

Creme depilatório: vantagens e desvantagens

Assim como em toda técnica de depilação, o creme depilatório traz alguns pontos positivos e outros negativos. Sua composição é feita à base de químicos, mais precisamente ácidos alcalinos, capazes de dissolver a estrutura do pelo, tornando mais fácil a sua remoção.

Dentre as vantagens do creme depilatório, é possível citar a praticidade do método e o fato dele ser indolor. Basta aplicar o produto na pele e, em questão de três minutos, os pelos amolecem e podem ser removidos com uma espátula, espoja ou lenço umedecido. Há, até mesmo, versões que agem durante o banho.

O creme pode ser utilizado em todas as regiões do corpo com pelos, inclusive nas axilas, virilha e pernas. Apesar de ser um método de depilação com químicos, o resultado é uma pele mais lisa e menos áspera do que quando a lâmina é utilizada.

Em relação aos pontos negativos, é preciso considerar o fato de que os pelos já voltam a crescer rapidamente após a remoção. Como os químicos agem somente na estrutura externa do pelo, cerca de três a quatro dias após a depilação já é necessário fazer um novo ajuste.

Cuidados com o creme depilatório

O creme depilatório é contraindicado para pessoas com peles sensíveis, alergias ou dermatites, pois sua composição pode irritar a epiderme. É indispensável observar a composição do produto, para garantir que não há nenhum ativo ao qual você tenha alergia.

É importante, também, fazer um teste na pele antes de aplicar o produto em toda região a ser depilada. O objetivo é verificar a reação da epiderme, apontando a presença ou ausência de sensibilidade. Jamais aplique em áreas machucadas ou em feridas.

Após o uso do creme depilatório, também são necessários alguns cuidados com a pele. Depois da remoção dos pelos, lave a região com sabonete neutro e água. Suspenda a aplicação de produtos esfoliantes ou que contenham ácido, para evitar a irritação.

Também é indicada a aplicação de um creme hidratante com propriedades calmantes, como aloe vera, para suavizar a pele após o processo de depilação. Caso você note muita vermelhidão e ardor na região, suspenda o uso e fale com seu dermatologista, para verificar algum outro método de depilação que possa ser indicado.

Além disso, é importante não exceder o tempo de contato do creme com a pele, respeitando a orientação do fabricante. Também é necessário observar o tempo mínimo de intervalo entre uma aplicação e outra, que deve ser entre cerca de 72 horas. Assim, é possível evitar complicações.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros