Yoga, HIIT e exercícios na água são modalidades comprovadamente eficazes para o corpo. E se você juntar todas elas em uma só? Esse é o princípio do aquaphysical, uma sessão de 30 minutos de exercícios realizados em uma placa inflável. O treino inclui agachamentos, flexões e poses de ioga para queimar calorias e definir a musculatura.

 

O que é o aquaphysical

Intensificar o desafio de aumentar o resultado. Essa é a ideia central da modalidade criada pela inglesa Leila Francis Coleman. A empresária, de 27 anos, deixou o emprego como analista de negócios para se tornar instrutora de fitness pouco mais de um ano atrás. Um dos seus hobbies de infância era navegar, e por isso ela sempre apreciou a “imprevisibilidade” da água.

aquaphysical - doutissima - reprodução instagram
Exercício feito em um colchonete na água promove melhora no fortalecimento muscular. Foto: Instagram, Reprodução

Quando navegava, ela sentia seu corpo dolorido e também mais firme, em razão da necessidade de manter o equilíbrio e flexionar os músculos constantemente. A partir daí, surgiu a ideia de uma modalidade de exercício em uma esteira na água. A modalidade virou mania no Reino Unido.

 

Ao lado de fisioterapeutas e professores e educação física, yoga e pilates, ela testou 12 protótipos antes de se decidir sobre o projeto final. Ele é feito com o mesmo material de um bote e é bastante rígido, também conhecido como Aquabase.

 

Como funciona o treino de aquaphysical

Esse tipo de sessão de treinos é adequado para todas idades e níveis de aptidão: a única exigência é saber nadar. Seja em piscina ou lagos, as aulas de aquaphysical duram de 30 a 45 minutos e conseguem queimar até 800 calorias. Isso é possível pela combinação de movimentos da yoga e exercícios de alta intensidade, como burpees, para aumentar a frequência cardíaca.

 

A ideia é que quando você está segurando uma pose por um longo período de tempo, como uma pose da ioga, é necessário equilíbrio e força. Esse esforço duplo pode ser é realmente bom para seu tônus ​​muscular.

 

Os músculos mais utilizados nesses exercícios são o abdômen e o quadril, duas partes importantes para a estabilidade do corpo. Por isso, exercitar-se no aquabase trabalha o core, já que com a base instável, os músculos são obrigados a trabalhar muito mais para manter o equilíbrio.

 

Principais benefícios

Segundo os princípios da modalidade, o exercício além de seus benefícios fitness, é capaz de ajudar em casos de reabilitação. Pode ser indicado para quem precisa se recuperar de lesão em tendões e ligamentos, aumentar a resposta muscular, melhorar a mobilidade do tornozelo e joelho. Muitas vezes, ele também auxilia no alívio da dor nas costas e na recuperação conjunta.

 

Além do fortalecimento muscular e da queima constante de calorias, a modalidade pode ser positiva ainda para a saúde mental. De acordo com pesquisa da Universidade de Hull, a exposição à água fria reduz os níveis de estresse e aumenta a circulação do sangue.

 

Se você está procurando algo divertido e diferente, e não tem medo de um pouco de água através de diferentes desafios, então esse treino é para você. Agora é só esperar o Aquaphysical chegar no Brasil.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 

 

É fã do Doutíssima? Acompanhe o nosso conteúdo pelo Instagram!


DEIXE UMA RESPOSTA