Cabelos

Cabelo comprido: confira quais são os cortes que estão em alta

Por Redação Doutíssima 28/09/2015

O cabelo comprido é preferência nacional. Mas nem sempre ter fios longos significa manter um corte reto e alinhado. Há cada vez mais alternativas e formas de passar a tesoura nas madeixas, assegurando um look que combine com o estilo e a personalidade de cada mulher.

O hair stylist Jean Marcel explica que a definição do corte depende de fatores como a espessura, a densidade e a textura do cabelo. “Para fios cacheados, por exemplo, são sugeridas camadas mais longas e menos desfiadas, para destacar os cachos, sem arrepiar ou dar volume excessivo às madeixas”, aponta.

Já os cabelos lisos, conforme explica o especialista, comportam melhor os cortes em camadas um pouco mais curtas. “O intuito é promover a leveza dos fios, mas sem exageros, para evitar que as madeixas fiquem muito afinadas nas pontas”, salienta.

cabelo comprido doutíssima istock getty images

Há cada vez mais alternativas de cortes para quem quer ter cabelos compridos. Foto: iStock, Getty Images

 

Cabelo comprido: como investir nesse visual?

De acordo com Jean, a escolha por adotar um cabelo curto ou comprido tem muito a ver com a personalidade. Mas, independente disso, sempre é preciso manter alguns cuidados para garantir que o visual esteja totalmente em alta.

“Para muitas pessoas, um cabelo excessivamente comprido e sem corte pode resultar naquele visual pesado e sem movimento. Há também aquelas que cultivam um cabelo comprido, mas que fica preso o tempo todo. A recomendação, neste caso, é investir em um corte mais adequado e deixar as madeixas soltas”, enfatiza.

Segundo ele, na dúvida, uma boa aposta é optar por um corte de comprimento médio, que rejuvenesce e deixa o rosto mais leve. “Sem falar que é muito mais prático e jovial”, sintetiza. Além disso, antes de cortar os fios, é importante avaliar se o corte é adequado ao formato do rosto.

“Nas faces redondas, a sugestão é utilizar um corte repicado na frente, apenas do queixo para baixo, para dar um ar mais alongado ao rosto e evitar volume excessivo nas laterais”, aponta Jean. Conforme ele explica, os rostos ovais já possuem uma melhor receptividade a todos os tipos de cortes.

Já nos rostos quadrados, Jean recomenda repicados frontais a partir da maçãs do rosto, pois criam linhas mais curvas, atenuando a dureza do formato reto. “Já as linhas triangulares na face pedem franjas laterais e repicadas na altura da boca. Para os rostos muito alongados, o cabelo muito comprido é desaconselhado, pois deixa a aparência cansada e triste”, sublinha.

Inspire-se no cabelo comprido das famosas

Algumas celebridades não abrem mão do cabelo comprido e apresentam fios longos inspiradores. Para Jean, personalidades como Sarah Jessica Parker, Kate Middleton, Fernanda Lima, Ivete Sangalo e Paolla Oliveira são algumas delas.

Para ter um cabelo comprido tão lindo quanto o delas, o hair stylist aponta dicas. “Muitas mulheres que possuem madeixas longas morrem de medo das tesouras, acreditando que, quanto menos cortar, mais compridas elas serão. Isso é um mito. O corte regular é recomendado a cada 90 dias, para que as pontas cresçam cerca de 1 cm por mês”, avalia.

“Além disso, com as diversas químicas que o cabelo recebe – colorações, mechas e alisamentos – é essencial que os fios sejam nutridos e hidratados no salão a cada 20 dias”, lembra. O profissional alerta, por fim, para o cuidado com o uso abusivo da chapinha, que resseca as pontas e quebra o cabelo comprido.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


Sites parceiros