Existem certos pratos e temperos que nos remetem diretamente ao conforto da infância e da comida da mãe. Uma dessas receitas, tipicamente brasileira, é o picadinho. Preparado com carne e legumes e servido com arroz, feijão e ovo, dependendo da região do País, não há quem resista à iguaria.

O picadinho é um clássico da boemia carioca dos anos de 1950, mas foi adotado pelos paulistanos e é uma das receitas associadas à rica gastronomia local. Há, é claro, várias versões da receita, mas a grande diferença entre o típico arroz, feijão e carne para o picadinho à paulista é o ovo frito.

picadinho-Fortissima-iStock-Getty-Images
Adotado pelos paulistanos, receita de picadinho é feita com carne e legumes. Foto: iStock, Getty Images

 

Variações do picadinho

O picadinho de carne, como todo prato popular cuja incidência acontece em todo o País, tem receitas que variam de região para região, de família para família.

É impossível dizer qual a receita mais tradicional de picadinho, pois isso depende muito do local. Além de saboroso, trata-se de um prato saudável.

 

A carne bovina é importante fonte de proteínas e vitaminas B3, B6 e B12. Já a cenoura ajuda a alcançar o bronzeado mais rapidamente e protege a pele dos danos do sol, devido à presença de antioxidantes e vitamina A.

Rica em carboidratos, a batata possui baixa quantidade de gordura e contém vitaminas do complexo B (a mais abundante é a B6) e vitamina C, além de ferro, potássio, cálcio, grande quantidade de fósforo e amido.

Receita de picadinho com cenoura e batata

Vamos então apresentar uma opção simples que você pode preparar hoje mesmo:

 

Ingredientes:

 

500 g de coxão mole cortados em cubo

1 caldo de carne

2 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de óleo

1 cebola média picada

2 folhas de louro

1 pitada de pimenta do reino

1 colher de chá de orégano

2 batatas médias cortadas em cubos

1 cenoura pequena em rodelas

200 g de molho de tomate

500 ml de agua

Cheiro verde e salsinha

Modo de preparo:

Coloque o óleo e os cubos de carne em uma panela e deixe fritar. Quando começar a secar a água solta pela carne, coloque a cebola, alho, orégano, pimenta-do-reino, caldo de carne, folhas de louro e deixe refogar, mexendo para a carne não queimar.

Depois, acrescente 250 ml de água e deixe cozinhar por cinco minutos. Então, coloque as batatas, cenoura, cheiro verde picado, cebolinha e o restante da água. Deixe cozinhar por 30 minutos e, por fim adicione o molho de tomate. Mexa bem, deixe mais cinco minutos cozinhando e está pronto. 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar! 


DEIXE UMA RESPOSTA