[the_ad_group id="16403"]
Guia do Câncer

Descubra os sintomas da leucemia, a doença dos glóbulos brancos

Por Redação Doutíssima 06/06/2014

A leucemia é, hoje, um dos tipos de câncer mais comuns, sendo dividida em crônica ou aguda, mieloide ou linfocítica, conforme a evolução clínica do quadro. Independente da sua classificação, os sintomas da leucemia são comuns aos quatro grandes grupos da doença, sendo que o mais recorrente é a febre.

O aparecimento da febre como um dos sintomas da leucemia pode ser provocado por uma infecção oportunista, que se aproveita do fato de os leucócitos estarem doentes e incapazes de defender o organismo. O portador da doença fica mais vulnerável a infecções, mas é mais comum que a febre tenha origem na própria leucemia, geralmente, se mantendo por vários dias, sem se encontrar uma causa para a sua ocorrência.

Febre, suor noturno e perda de peso não intencional são sintomas da leucemia. Foto: Shutterstock

Febre, suor noturno e perda de peso não intencional são sintomas da leucemia. Foto: Shutterstock

Outros sintomas da leucemia

A febre é apenas um dos sintomas da leucemia. A doença também pode se manifestar por meio do da tríade composta por febre, suores noturnos e perda de peso não intencional. Este quadro é mais comum em pacientes com doenças malignas do sangue, como linfomas e as leucemias.

O aumento dos linfonodos também integra os sintomas da leucemia, principalmente em pessoas com leucemia linfocítica aguda e crônica. Com isto, há gânglios indolores, principalmente nas regiões do pescoço, axilas, clavícula e na fossa do cotovelo.

O aumento do baço é outra forma de manifestação da doença, assim como a anemia. Como a proliferação de células cancerígenas é gigantesca, as mesmas acabam ocupando toda a medula óssea, atrapalhando a produção de outras células importantes do sangue, como os glóbulos vermelhos. A queda nas hemácias leva à anemia, que provoca mais sintomas da leucemia, como cansaço, astenia, intolerância aos esforços e palidez cutânea.

Outro dos sintomas da leucemia é a dor nos ossos e a ocorrência de sangramentos e manchas roxas na pele em virtude da queda da produção das plaquetas.

Tratamento da leucemia

Cada tipo de leucemia tem um tratamento diferente. Quando se manifesta de forma aguda, inicialmente, o paciente faz quimioterapia. Se necessário, é indicado, na sequência, o transplante de medula óssea.

Na ocorrência da leucemia linfoide crônica, mais comum em idosos, a doença nem sempre precisa ser tratada com quimioterapia. A opção por este tratamento só é feita se houver sintomas ou aumento muito grande da quantidade dos glóbulos brancos.

No caso de leucemia mieloide crônica, que é causada por um fator genético não hereditário, o paciente é tratado por uma medicação chamada de terapia-alvo. Por meio dela, o indivíduo toma diariamente um comprimido que age diretamente no alvo, corrigindo o defeito genético.

Entenda a leucemia

A doença maligna geralmente tem sua origem nos glóbulos brancos (leucócitos), que são as células do sistema imunológico responsáveis pelo combate a germes invasores. Quando a doença se instala no organismo, a produção de leucócitos, que se dá na medula óssea, sofre uma mutação, tornando-se diferente dos demais leucócitos, passando a se multiplicar de forma desordenada e incontrolável.

Com a transformação maligna do leucócito, dando origem, assim, ao câncer, a célula passa a se multiplicar de forma descontrolada, ocupando toda a medula óssea, podendo extravasar para o sangue e a outros órgãos. A partir disto, a doença progride rapidamente, exigindo com isso que o tratamento seja iniciado logo após o diagnóstico e a classificação da leucemia.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Conheça os malefícios do sobrepeso para sua saúde bucal

Tratamento para obesidade: quando é hora de procurar e quais os melhores tratamentos paracombater o excesso de peso

Ler as informações nutricionais do rótulo dos alimentos pode ajudar a perder peso

Não espere mais! Aprenda como acelerar o metabolismo e perca peso ainda mais rápido

Composição corporal: o que você precisa saber para perder peso com saúde e de maneira definitiva

DIETA DE PROTEINAS : Já ouviu falar na dieta de proteínas? Saiba mais sobre essa dieta, suasconsequências e possíveis benefícios para saúde e perda de peso

Saiba mais sobre a nova maneira de perder peso: aplicativos para dieta nos smartphone

16 dicas para perder peso

Antes e depois: Mãe de dois, Perlla comemora perda de peso

Metade da população de São Paulo está acima do peso

Aparelho de Musculação ou peso livre: qual a diferença?

8 Hábitos que garantem uma dieta para perder peso

Um em cada três adultos tem excesso de peso ou é obeso

Como aumentar seu peso

Os benefícios do óleo de abacate

Como fazer uma máscara de abacate para hidratar profundamente os cabelos

Alimentos cítricos ajudam a melhorar o ânimo

Está abaixo do peso? Aprenda a fazer uma dieta para engordar de maneira saudável

Conheça as melhores dietas para 2014

Alimentação saudável: saiba quais são as gorduras do bem e onde encontrá-las

Coma melhor e fique bem com o espelho! Dicas de alimentação para evitar a celulite


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]