[the_ad_group id="16401"]
Cabelos

10 Cuidados no alisamento de cabelos em adolescentes

Por Redação Doutíssima 18/07/2013

download (5)

Alisar o cabelo é uma prática comum entre as mulheres modernas que não querem ficar com os fios cacheados, mas cada vez mais as adolescentes estão procurando os salões de beleza para aderir ao alisamento.

Porém os pais devem fica atentos as orientaçôes da dermatologista Claudia Marçal, membro titular da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia), “O ideal é que o alisamento seja feito após a puberdade. No caso das meninas, de preferência, dois anos após a primeira menstruação”

Leia também: 11 Vitaminas naturais para os cabelos crescerem saudáveis.

Os adolescentes devem estar acompanhadas de um responsável e devem respeitar algumas condições, como:

1- O primeiro passo é procurar um salão de beleza de confiança, que antes de submeter o adolescente a fazer o procedimento faça um teste em uma mecha do cabelo e de preferência na nuca;

2- O alisamento não deve ser feito em pessoas que tiveram asmas na infância e que sejam alérgicos;

3- O adolescente não deve fazer o procedimento caso tenha feito luzes ou reflexos;

4- Antes de o profissional começar a fazer o procedimento peça para ver antes o produto e verifique se existe o número de registro da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária);

download (4)

Veja também: 5 Passos para dar liberdade ao seu crespo!

5- Ao verificar o produto verifique as substâncias que serão usadas no seu cabelo, pois as únicas liberadas pela Anvisa são: tioglicolato de amônio, hidróxido de sódio, hidróxido de potássio, hidróxido de cálcio, hidróxido de lítio e hidróxido de guanidina. O formol acima de 0,2% e o glutaraldeído são proibidos uso de alisamento capilar;

6- Os produtos de número 343/05 registrados pela Anvisa não podem ser utilizados para alisamento de cabelos. Por isso, é de extrema importância verificar essa informação;

7- Em caso do adolescente fazer o procedimento em casa os pais devem ficar atentos e verificar se o produto tem autorização da Anvisa;

8- Esse procedimento por ser químico rompe as ligações das fibras capilares, deixando-as frágeis e causando a quebra delas;

9- Caso já tenha passado por procedimentos como tintura e descoloração o uso do alisamento pode alterar o resultado e prejudicar os fios;

10- O profissional deve ter bastante cuidado ao realizar o procedimento pois pode causar queimaduras no couro cabeludo do adolescente.

Confira também: Escova progressiva.

download (6)

Dica: Você pode alisar o cabelo com a chapinha ocasionalmente e não precisa recorrer ao uso de produtos químicos, mas se mesmo assim ainda queira usar tome os devido cuidados. 🙂

Fonte: Mulher Uol


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]