[the_ad_group id="16403"]
Clínica Geral > Especialidades

Higiene íntima: usar ou não usar lenços umedecidos?

Por Redação Doutíssima 05/12/2013

Nossa sociedade tem horror às secreções e aos odores corporais. Em matéria de sexualidade, o assunto é ainda mais delicado. E a moda dos lencinhos umedecidos pegou devido a essas obsessões. Mas será que os lencinhos umedecidos realmente acrescentam positivamente na nossa higiene íntima?

Pasos-para-hacer-una-correcta-higiene-íntima

Higiene íntima: as boas práticas

Como o resto do corpo, o órgão sexual feminino merece ser lavado ao menos uma vez por dia. Mas atenção: estamos falando da vulva (lábios, clitóris e vestíbulo – a parte que leva à vagina) e não da vagina. A limpeza interna do órgão sexual feminino não é recomendada, pois pode desequilibrar a flora vaginal. Além disso, a região se limpa muito bem sozinha graças às bactérias protetoras que vivem nesta região sensível.

Também deve-se ter cuidado com produtos anti-sépticos ou antibacterianos para limpar a vulva, pois eles também podem ser responsáveis pelo desequilíbrio na flora vaginal, facilitando infecções e irritações na região.

A melhor opção é, sem dúvida, utilizar água limpa e um gel de banho sem sabão. Você também pode escolher um produto específico para a lavagem da região, que pode ser encontrado em qualquer farmácia ou supermercados. Certifique-se de que o pG fisiológico do produto é próximo a 5.

Para efetuar a higiene íntima, evite as esponjas de banho, pois são verdadeiros ninhos de micróbios. Prefira utilizar as próprias mãos.

 

Lenços umedecidos: evite os abusos

A maioria dos fabricantes de sabonetes íntimos propõem também os lenços umedecidos para completar a linha de produtos para a higiene íntima da mulher. Estes lenços são geralmente impregnados com uma solução de limpeza sem sabão, com um pH adequado. Certifique-se de que eles não contêm álcool.

5906

Como os lencinhos demaquilantes, este tipo de produto é recomendado para um uso eventual. Geralmente, as mulheres utilizam os lenços íntimos após atividades físicas, antes de uma consulta médica, durante a menstruação ou antes de um encontro. No entanto, não é aconselhável usá-los para substituir a higiene íntima diária, pois eles podem ser irritantes se utilizados a longo prazo.

 

Lenços umedecidos e sexualidade

Se os produtos desse tipo são muito bem-sucedidos, isto se deve ao fato de que eles utilizam como suporte de marketing uma velha angústia feminina: de não se sentir limpa e ter odores desagradáveis. Principalmente na hora do contato mais íntimo com o parceiro. Nos casos em que um banho não é possível, o uso de lenços pode proporcionar uma sensação de limpeza e aumentar a auto-confiança. Porém, é importante ressaltar que os lenços desta natureza não devem ser utilizados para conter os odores “anormais”.

Se os odores forem mais fortes que o habitual, como o famoso “peixe podre”, o ideal é procurar um ginecologista o mais rápido possível. Existem soluções e mascarar o odor com lenço umedecido não é uma delas.


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]