[the_ad_group id="16401"]
Guia dos Dentes

Hábitos prejudiciais para a saúde bucal

Por Redação Doutíssima 12/12/2013

quebra-1

Um assunto que ainda chega a me assustar é a quantidade de besteiras que os pacientes fazem com seus dentes. Alguns pacientes não possuem a menor noção de cuidados com os dentes ou até cuidam relativamente bem de seus dentes mas possuem hábitos muito prejudiciais e que provocam consequências muito ruins para os dentes. Hoje vou conversar sobre hábitos, vícios, tiques nervosos, que vocês leitores possuem e não fazem a menor ideia da quantidade de problemas que isso pode lhe causar.

Vamos lá, falar um pouco de algumas artes que vocês fazem com seus dentes:

quebra-5

– ROER: são diversos os objetos que vocês roem como gelo, tampa de caneta, lápis, unha (tem uns que roem até as unhas do pé quando acabam às da mão).

– QUEBRAR: ai está um fator que me deixa preocupado, não são poucos os pacientes que usam os dentes como quebrador de pata de caranguejo, quebrador de bombons como mentas, pirulito, voltamos com o gelo que pode ser ruído ou quebrado, dentre outros.

– ABRIDOR: não acreditei quando vi pessoas abrindo garrafa de cerveja com os dentes, rasgando saco plástico para abrir embalagens bem como pacotes diversos com a boca.

– Não podemos esquecer das pessoas que usam os dentes como arma para poder morder pessoas, seja para se defender ou em momentos íntimos. Tenho visto vídeos de concursos de levantamento de peso com os dentes ou pessoas que ganham a vida levantando pesos com os dentes e mostrando para todo mundo.

quebra-2

O dente é composto por estruturas diversas e uma delas é o esmalte que é uma camada muito importante responsável pela proteção das estruturas internas do dente. Quando realizamos movimentos de roer, quebrar e abrir coisas duras com os dentes, forçamos demais as estruturas dentais e podemos causar problemas como:

– Quebra dentária em diferentes níveis.

– Trincas no esmalte que vão fragilizar o dente.

– Sensibilidade nos dentes.

– Ferimentos na mucosa bucal em geral, causando diversos problemas de acordo com o local agredido.

quebra-3

Não tem jeito, você precisa cuidar do seu corpo e evitar excessos. Nosso organismo é uma máquina que precisa ser cuidada e preservada. Se você nunca passou por uma dor de dente, não queira passar. O melhor tratamento é aquele que não precisa ser feito.

Os problemas bucais são prevenidos com consultas regulares no dentista que vai poder verificar problemas em estágios iniciais e corrigir hábitos errados antes que causem problemas irreversíveis. Com saúde não se brinca.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]