Kama Sutra

Desvende segredos do sexo tântrico e aplique na sua relação

Por Redação Doutíssima 26/02/2014

Engana-se quem pensa que o sexo é uma criação moderna. O sexo tântrico e seus ensinamentos representam um dos exemplos mais antigos de filosofia relacionada com a sexualidade espiritual que continua a ser praticada até os dias atuais. Essa prática pode ser aplicada a qualquer relacionamento e promete um sexo mais intenso.

Sexo tântrico para iniciantes

O tantra é uma filosofia indiana com mais de 1,5 mil anos de idade. Trata-se de um conjunto de práticas e ensinamentos projetados especificamente para ajudar a sentir-se melhor e aumentar a consciência sobre nossa própria energia e aquela que nos rodeia. Para chegar lá, ele explora a energia sexual.

sexo tântrico istock getty images doutíssima

Prática pode ser aplicada a qualquer relação e promete sexo mais intenso. Foto: iStock, Getty Images

Ele permite aos praticantes maior profundidade e amplitude quanto à sexualidade. O objetivo não é necessariamente o orgasmo, mas sim enriquecer a experiência sexual. Muitos dos ensinamentos são sobre o desejo e a energia envolvida durante o sexo.

Ao contrário de abordagens ocidentais para melhora da vida sexual, o tantra não se concentra em avaliações externas – aparência ou roupas que vestimos, por exemplo. Segundo as escrituras antigas indianas os níveis de energia do corpo humano são controlados por nove chakras (rodas), que passam ao longo de uma linha reta vertical.

Quando você ativa e cria uma conexão com esses chakras, é capaz de experimentar felicidade, livrar-se de dor e emoções ou controlar e melhorar qualquer emoção humana que já tenha sentido. Atualmente, a ciência já comprovou a presença desses centros energéticos do corpo, e agora tenta entender como eles funcionam.

Dessa forma, o sexo tântrico nada mais é do que a arte de ativar esses nove chakras durante a relação sexual. Quem consegue pode experimentar felicidade além das palavras e conectar-se em um plano superior – tudo de forma consciência. Vale lembrar que ter uma vida sexual prazerosa traz benefícios à saúde.

Segundo um estudo realizado por neuropsicólogos do Hospital Real de Edimburgo, na Escócia, homens e mulheres que relatam ter sexo em média de quatro vezes por semana parecem cerca de 10 anos mais jovem do que realmente são.

Como aplicar os ensinamentos tântricos em sua vida sexual

Você deve reservar um lugar para o ato sexual. Limpe-o de toda eventual desordem. Em seguida, decore o ambiente com flores, velas e tecidos acolhedores. Certifique-se de que cama está o mais confortável possível e escolha uma trilha sonora que você gosta.

Agora é possível começar. Primeiro harmonize a respiração. Faça o seguinte: no colo do parceiro, inspire enquanto ele exala e vice-versa. Ao expirar, conscientemente tente energizar o fôlego. Dessa forma, você estará compartilhando tudo de si com seu parceiro. Mantenha os olhos abertos.

A ideia de fazer amor com olhos abertos é um dos fundamentos da conexão profunda na intimidade. Pode ser surpreendentemente mais difícil do que você imagina. Mas é uma forma capaz de aumentar ainda mais a conexão e ter a experiência tântrica por completo.

Preliminares são essenciais no tantra. A construção lenta do prazer ajuda homens a controlar a excitação e a despertá-la nas mulheres. Quanto mais tempo vocês permanecerem nesse processo de construção de energia, mais tempo o sexo durará e mais energia será construída. Concentrem-se um no outro.

Agora basta ir adiante. Apenas lembre-se de manter sua orientação voltada para o parceiro e para o momento – não permitindo que seus pensamentos vagueiem.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros