[the_ad_group id="16401"]
Especialidades

Jogos para memória podem diminuir os riscos de doenças no futuro

Por Redação Doutíssima 14/05/2014

Quanto mais você exercitar seu cérebro, melhor será o seu desempenho para resolver questões lógicas e os problemas do dia a dia. Os jogos para memória e os exercícios mentais em geral ajudam a prevenir e combater o declínio cognitivo que ocorre com o envelhecimento e proteger contra doenças degenerativas, como o Alzheimer.

Com o passar dos anos, a velocidade de processamento da informação diminui, mas esse declínio é geralmente compensado com a experiência adquirida ao longo dos anos. Um cérebro saudável e ativo encara melhor as sobrecargas eventuais de tarefas, resultando em menos lapsos, brancos e erros de julgamento.

jogos para memória

Praticar jogos para a memória ajuda a prevenir e combater o declínio cognitivo. Foto: Shutterstock

Além dos jogos para memória, é essencial incluir atividades diferentes no seu dia. Somente fugindo da rotina é possível trabalhar o que os médicos chamam de “atenção ativa”. Vale tudo: mudar a rota para o trabalho, tentar um restaurante diferente ou fazer as compras semanais em um outro supermercado. E, claro, usufruir dos benefícios de jogos para memória. As novidades em geral fazem um enorme bem ao cérebro.

Pratique jogos para memória

Para você preservar o bem-estar do seu cérebro, selecionamos alguns jogos para memória. São algumas dicas simples, que podem ser facilmente incluídas em sua rotina, mas irão fazer toda a diferença para manter o seu cérebro “em dia”. Confira:

1. Se você costuma esquecer se acionou o alarme do carro, se fechou a casa ou se tomou ou não o seu remédio, tente falar em voz alta o que você está fazendo, por exemplo: “eu estou acionando o alarme do carro”, “eu fechei a casa” ou “eu acabo de tomar o meu remédio”. Essa simples frase ajudará a guardar o ato, já automático, na memória.

2. Sem escrever, escolha uma palavra e soletre-a de trás pra frente. Inicie com palavras curtas e que você conhece bem e passe gradualmente para palavras mais longas e complicadas. Continue o exercício até que verifique que ele já não é tão desafiador. Esse tipo de jogos para memória é especialmente para melhorar a concentração.

3. Para exercitar sua habilidade em resgatar dados, fale em voz alta durante um minuto tudo o que você consegue comprar com uma nota de 1 real e com uma nota de 10 reais. Em seguida, fale em voz alta o que poderia comprar com as duas notas juntas por mais um minuto. Tente se lembrar de tudo o que falou e escreva. Repita com outros elementos, colocando obstáculos sempre maiores à sua mente.

4. A fim de melhorar a sua memória visual, auditiva e tátil, observe detalhadamente uma moeda de 25 centavos e outra de 1 real, estudando bem as semelhanças e diferenças de cada uma. Após um minuto, cubra-as com um papel e tente desenhá-las, com o maior número possível de detalhes. Depois, avalie seu desempenho, comparando seus desenhos e as moedas. Em seguida, recomece o exercício, colocando as moedas em um saco e tentando descobrir, pelo tato, qual é a de 25 centavos. Durante o exercício, passe os dedos sobre as moedas e imagine-se olhando para elas.

5. Quando quiser memorizar o nome de alguém, associe-o sempre a alguma característica física da pessoa.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

EUA: um terço das mortes acima dos 75 anos pode ser atribuído ao mal de Alzheimer

[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]