[the_ad_group id="16401"]
Exercícios

Conheça os impactos do sedentarismo infantil e salve seus filhos

Por Redação Doutíssima 26/06/2014

Não são só as crianças, mas o mundo todo está mais sedentário. Com a facilidade trazida pela internet, algumas atividades, desde as mais simples, podem ser executadas através de um ou dois cliques. Porém, o sedentarismo infantil pode ser muito mais preocupante do que imaginamos.

Consequências do sedentarismo infantil

Os pequenos ficam em frente à televisão e ao computador a maior parte do tempo e, aliado a isso, possuem uma dieta rica em guloseimas, o que pode gerar a obesidade e todos os seus problemas decorrentes. Vale salientar, que o problema do sedentarismo infantil não atinge somente as crianças fora do peso: mesmo com um corpo magro, elas podem sofrer as consequências.

Para evitar o sedentarismo, defina limite de tempo do seu filho em frente à TV. Foto: Shutterstock

Para evitar o sedentarismo, defina limite de tempo do seu filho em frente à TV. Foto: Shutterstock

Culpa dos pais no sedentarismo infantil

Estudos indicam que o sedentarismo infantil pode estar ligado ao comportamento dos pais. Em pesquisa realizada pela Universidade de Oregon, nos Estados Unidos, realizaram-se dois experimentos para examinar o estilo de criação adotado pelos pais. O resultado foi de que crianças que passam menos tempo com os pais tendem a ter mais horas em frente à televisão ou em atividades sedentárias, como pintar e montar quebra-cabeças.

Outro fator que pode contribuir é que, diferente de outras épocas, não é sensato deixar uma criança “brincar lá fora”, sem a supervisão de um adulto. A falta de segurança em ambientes ao ar livre faz com que as crianças, a cada dia, procurem mais ficar dentro da própria casa, o que também pode levar ao sedentarismo infantil.

Impactos do sedentarismo infantil

– Obesidade: um dos maiores impactos do sedentarismo infantil é a obesidade, que pode levar a outras doenças. Em uma pesquisa publicada na revista The American Journal Of Clinical Nutrition, revelou-se que as tendências de sobrepeso e obesidade, em crianças em idade pré-escolar, quase sempre são causadas pelo sedentarismo. No Brasil, estima-se que cerca de 15% a 20% das crianças e adolescentes são obesos.

– Hipertensão: a hipertensão em crianças pode resultar da combinação de hábitos alimentares ruins aliados a uma vida sedentária. A Sociedade Brasileira de Cardiologia destaca que só no Brasil a doença atinge 6% das crianças e dos adolescentes, o que corresponde a uma média de 5 milhões de menores de 18 anos. Em crianças, a hipertensão pode afetar os rins, destruindo todo o mecanismo de filtrar o sangue.

– Diabetes: esta é outra doença que resulta dos fatores da obesidade e do sedentarismo infantil. Com isso, os riscos da criança desenvolver diabetes são muito grandes, pois o excesso de peso leva ao corpo criar resistência à insulina, dificultando que a glicose possa ser levada até as células.

– Coordenação motora: estudo recente publicado no American Journal of Human Biology mostrou que crianças com idade de nove a dez anos, que gastam a maior parte do tempo em atividades sedentárias, possuem nove vezes mais chances de apresentar problemas na coordenação motora do que crianças da mesma faixa de idade que praticam atividades mais ativas.

– Funcionamento do corpo: o sedentarismo infantil leva a problemas não comuns da faixa etária, que geralmente são desenvolvidos em idades mais avançadas, como flexibilidade articular, regressão funcional, compromete o funcionamento de muitos órgãos e causa hipotrofia de fibras musculares. O exercício físico estimula a atividade dos osteoblastos, células que fabricam ossos.

Dicas para vencer o sedentarismo infantil

Se você está buscando maneiras para que seu filho se torne mais ativo, selecionamos algumas ideias para você tirar ele do sofá:

1. Exercite-se. Dê um bom exemplo para o seu filho;

2. Estabeleça uma nova rotina na família: uma caminhada diária é um ótimo exemplo.

3. Defina limites para o tempo em frente à televisão.

4. Encontre um esporte ou atividade que seu filho tenha interesse.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!

 

Saiba mais:

 

Ajude a turbinar a imunidade das crianças.

4 brincadeiras para avós e netos

Qual é a melhor brincadeira para cada idade?

4 atividades divertidas entre irmãos

4 atividades divertidas para crianças com autismo

7 benefícios do videogame para o seu filho

Jogos, brincadeiras e atividades para jovens


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]