Gestante

Conheça e saiba identificar os sintomas de depressão pós-parto

Por Redação Doutíssima 11/10/2014

A preocupação de toda mãe que está grávida é ter certeza de que seu bebê será saudável, algo que só será visto depois do parto. Mesmo assim, há muitas mamães que não conseguem expressar sua felicidade com a nova criança. Muitas vezes, isso é um dos primeiros sintomas de depressão pós-parto.

sintomas-de-depressão-pós-parto

Tristeza constante é uma das marcadas da depressão pós-parto. Foto: iStock, Getty Images

A depressão pós-parto pode acometer a mulher desde o nascimento até o período de um ano após a chegada do bebê. Trata-se de um problema mais frequente do que se imagina. Calcula-se que em torno de 10% das mulheres sofram deste mal.

Diferente do chamado baby blues, período caracterizado por melancolia, preocupação e nervosismo geralmente desencadeado pelas alterações hormonais, a depressão pós-parto pode ser responsável por outros sintomas negativos e, se não tratada, por se estender e agravar-se.

Sintomas de depressão pós-parto

Alguns sinais que evidenciam os sintomas de depressão pós-parto são:

– Tristeza constante. A sensação de vazio parece não ter fim, mesmo com a presença do bebê e dos familiares.

– Sentimento de culpa e de sobrecarga. Saber que existe alguém que depende totalmente de seus cuidados assusta muitas mulheres. Na mesma intensidade, algumas acabam culpando-se por não dispor de ânimo para oferecer os cuidados básicos à criança.

– Irritabilidade e falta de paciência. A depressão pós-partoalterao humor, e a paciência é a primeira a ser afetada. Em geral, a mãe que enfrenta o distúrbio torna-se visivelmente menos tolerante com o marido e os outros filhos, quando os têm.

– Choro constante. Ora por sentir-se no limite, ora por recriminar a si mesmo por não ser capaz de proporcionar carinho ao filho, a mãe afetada por depressão pós-parto chora com frequência.

– Exaustão e insônia. A falta de energia é permanente e, ainda que se sinta cansada, a mulher não consegue dormir à noite – um dos principais sintomas de depressão pós-parto.

– Preocupação excessiva com a saúde do bebê. A mãe deprimida pede incessantemente ao médico que lhe dê garantias de que não há nada de errado com seu filho.

– Da mesma maneira, suspeita obsessivamente de que alguma doença grave possa impedi-la de criar o neném.

– Quando deprimida, a mãe pode passar a ver o bebê como um estranho, ainda que tenha consciência de que é seu filho.

– Perda de libido. A depressão pós-parto leva a maioria das mulheres a perder o interesse pelo sexo, bem como o entusiasmo em outros aspectos da vida.

– Falta ou excesso de apetite. Há quem passe a comer demais e quem simplesmente não tenha mais fome. A instabilidade alimentar tende a provocar problemas com o peso e a gerar mais descontentamento com si mesma.

Causas e consequências dos sintomas de depressão pós-parto

O mecanismo que faz com que as mulheres tenham ou não o mal ainda não foi totalmente desvendando. Sabe-se, contudo, que há pessoas mais propensas a apresentar os sintomas de depressão pós-parto.

Alguns complicadores seriam: depressão durante a gestação; parto complicado; perda materna na infância; falta de apoio da família e do companheiro durante a gravidez e nos cuidados com o bebê após o parto; nascimento prematuro ou problemas de saúde na criança; problemas financeiros ou perda de um ente.

Sempre que algum dos sintomas de depressão pós-parto é identificado ainda no primeiro ano de vida do bebê, a procura de orientação médica é essencial para que, caso comprovado o diagnóstico, seja devidamente tratada para que a infância da criança seja aproveitada em seu máximo.

 

 


Sites parceiros