Medicina Alternativa

Isoflavona é opção contra a TPM e sintomas da menopausa

Por Redação Doutíssima 28/10/2014

Os benefícios da isoflavona são amplamente reconhecidos pelas mulheres. Esta substância possui estrutura semelhante ao hormônio estrogênio. Este hormônio existe em homens e mulheres, mas nas mulheres, o seu equilíbrio é importante em funções como engravidar e aliviar os sintomas da TPM e menopausa.

isoflavona

Substância é semelhante ao estrogênio e ajuda as mulheres. Foto: iStock, Getty Images

Alguns alimentos podem ser incluídos na dieta para repor os níveis de estrogênio, e um dos mais reconhecidos é a soja. Mas para quem não aprecia a soja, há outros alimentos que podem servir de opção.

 

A soja e seus derivados são a principal e mais rica fonte de isoflavonas. O consumo de soja vem crescendo, juntamente com os produtos que a utilizam como matéria prima. Ela ainda é fonte de vitaminas, fibras e proteínas.

 

As bebidas feitas à base de soja entraram com força no mercado em substituição ao leite – para pessoas com restrição a lactose. A isoflavona encontrada na soja ainda exerce um papel importante na redução do colesterol ruim e aumento do bom, no emagrecimento já que auxilia a queima de gordura e no fortalecimento dos ossos.

 

A isoflavona também é encontrada em outros alimentos, mas em menor quantidade. A linhaça é um deles. Ela possui várias características benéficas, como ômega 3 e 6, fibras e auxilia nas dietas de emagrecimento.

 

As ervas medicinais angélica, alcaçuz e o trevo vermelho também possuem a substância em sua composição, além de serem utilizadas como tônico e cicatrizante natural. O broto de alfafa também está na lista. Ele possui vitaminas e minerais, alto teor de proteínas e é ótimo para dietas de emagrecimento, pois tem poucas calorias.

 

Isoflavona contra a TPM

 

A tensão pré-menstrual, a famosa TPM, ocorre no período entre uma e duas semanas que antecede a menstruação, e sua chegada acarreta um conjunto de sintomas – tanto de ordem física quanto emocional e psicológica.

 

Estima-se que cerca de 90% das mulheres sofrem, em algum momento de sua vida reprodutiva, com os sintomas desagradáveis da TPM. Ente os mais relatados, estão: irritabilidade, inchaço, sensibilidade nos seios, dor de cabeça, desejo por comidas, fadiga, sentimentos de tristeza e oscilações de humor.

 

Acredita-se que os sintomas da TPM são provocados pela oscilação de hormônios, entre eles o estrogênio. As isoflavonas são os fitoestrogênios naturais, e uma dieta rica nesta substância pode abrandar os efeitos ruins da TPM. Mas é a regularidade na ingestão destes alimentos que fará a diferença.

 

Menopausa e a isoflavona

 

A menopausa é um ciclo fisiológico da vida da mulher, marcado pelo fim da menstruação e ovulação. O organismo vai diminuindo gradativamente a produção de estrogênio e progesterona.

 

Esse processo é acompanhado de diversos sintomas desagradáveis, além do agravamento de doenças. Este período onde o corpo começa a se manifestar até a chegada da menopausa é chamado de climatério.

 

Entre os principais sintomas, são relatados: ondas de calor, suor noturno, ressecamento vaginal, insônia, diminuição no desejo sexual, perda de massa óssea, depressão e aumento de risco cardiovascular.

 

A reposição natural do estrogênio através da alimentação pode ser uma opção saudável para abrandar os efeitos da menopausa. A isoflavona de soja, principal alimento onde é encontrada a substância que equilibra o estrogênio, também pode ser consumida como farinhas e em cápsulas.

 


Sites parceiros